Choro é reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil

Publicado em 02/03/2024 - 08:15 Por Fabiana Sampaio* - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro
Atualizado em 02/03/2024 - 20:35

O choro, musicado pelo conjunto de bandolim, flauta, violão 7 Cordas, pandeiro, cavaquinho e clarinete, virou Patrimônio Cultural do Brasil.

O gênero genuinamente brasileiro passa a ser reconhecido como parte da cultura e da história do país. A decisão do registro foi tomada nessa quinta-feira (29), por unanimidade, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, presidido pelo Iphan, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Com o reconhecimento, o gênero será registrado no Livro das Formas de Expressão do Instituto, que reúne as manifestações artísticas em geral.

O pedido de reconhecimento foi apresentado pelos Clubes do Choro de Brasília e de Santos e pelo Instituto Casa do Choro do Rio de Janeiro, por meio de abaixo-assinado.

O músico Marcio Marinho avalia que essa conquista coloca o gênero em outro patamar e pode facilitar sua inclusão no ensino público.

“Tendo o choro como matéria, porque o choro fala muito da nossa cultura, de quem nós somos, da evolução e transformação da cultura popular brasileira. A bossa nova bebeu do choro, todos os outros gêneros brasileiros beberam do choro, da fonte do choro. Tô falando em questão rítmica, harmônica, melódica. Então, o choro é uma linguagem muito sólida, que diz bem que é o povo brasileiro. Talvez seja o gênero que dê mais fisionomia ao povo brasileiro”, acredita o músico.

De acordo com o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, o ritmo teria nascido em 1870, na cidade do Rio de Janeiro, em rodas de música nos bairros da Cidade Nova, Catete, Rocha, Andaraí, Tijuca, Estácio e nas vilas do centro antigo.

As composições de canções atemporais do choro, com alma brasileira, incluem Carinhoso, de Pixinguinha e João de Barro, e Brasileirinho, de Waldir Azevedo.

Atualmente, além do choro, o Brasil tem outros 52 bens imateriais registrados como Patrimônio Cultural pelo Iphan, entre eles o frevo, a roda de capoeira e o maracatu.

* Com informações da Agência Brasil

Edição: Roberto Piza / Fran de Paula

Últimas notícias
Geral

Termina nesta segunda o Mutirão de Negociação de Dívidas da Febraban

A iniciativa conta com apoio da Secretária Nacional do Consumidor e dos Procons de todo o país. Só podem ser negociados débitos sem bens dados em garantia, como aquela dívida do cartão de crédito, o cheque especial e empréstimo pessoal.

Baixar arquivo
Geral

Casos de feminicídio e tentativa crescem no Rio

Os registros de feminicídio e tentativa de feminicídio no estado do Rio de Janeiro aumentaram quase 48% nos dois primeiros meses do ano, segundo dados do Instituto de Segurança Pública.

Baixar arquivo
Esportes

Campeonato Brasileiro de Futebol 2024 começa neste sábado

Rádio Nacional transmite jogo do Fluminense contra o Bragantino neste sábado (13), às 21h. 

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo fará Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado

Estado de São Paulo quer imunizar mais de 18 milhões de pessoas contra a gripe durante a campanha de vacinação. 

Baixar arquivo
Segurança

Saidinha de presos temporários favorece facções criminosas, diz IAB

Presidente da Comissão de Direito Penal do Instituto dos Advogados Brasileiros diz que facções aproveitam as condições precárias do sistema penitenciário brasileiro para crescer. 

Baixar arquivo
Cultura

Exposição de Claudia Andujar revela sua jornada artística e ativista

A exposição "Claudia Andujar – Cosmovisão" lança novas luzes sobre o percurso artístico de uma das mais reconhecidas fotógrafas no Brasil.

Baixar arquivo