A saúde mental exige uma universidade mais acolhedora, alerta pró-reitora da UFMG

Prevenção ao Suicídio

Publicado em 13/09/2018 - 09:30 Por Ana Lúcia Caldas - Brasília

A pressão com prazos, notas e até problemas financeiros pode levar quem está na universidade a dificuldades emocionais que interferem na vida acadêmica.

 

Levantamento sobre o Perfil Socioeconômico dos Universitários revela que oito em cada dez estudantes de graduação relataram que já tiveram problemas como tristeza, ansiedade e sensação de desesperança. Mais de 6% relataram ter ideias de morte e cerca de 4% já tiveram pensamento suicida.

 

Segundo o reitor Reinaldo CentoduCatte, presidente da Andifes, Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, a pesquisa ajuda as universidades na adoção de medidas.

 

Sonora: “Temos percebido dentro da universidade nos estudantes, vários tipos de casos que estão associados a essas questões de necessidade de acompanhamento psicológico, psiquiátrico, comportamentais. Então, para se adiantar a gente precisa fazer esse levantamento para que as universidades se preparem para atender essa demanda que tem crescido ultimamente. “

 

A Universidade Federal de Minas Gerais criou em 2014 a Rede de Saúde Mental. A instituição oferece também o Núcleo de Acolhimento e Escuta aos Estudantes, formado por psicólogos e assistentes sociais.

 

A Pró-Reitora de Extensão da UFMG e professora de psicologia Claudia Mayorga defende ações efetivas de prevenção ao suicídio.

 

Sonora: "A rede de saúde mental tem se dedicado a isso, a aprofundar a compreensão sobre esse problema que é tão complexo que afeta a nossa sociedade hoje. Pensar ações efetivas de prevenção do sofrimento e também do suicídio. E também criar ações que promovam maior bem estar na nossa universidade. Ações culturais, ações esportivas, espaços de encontro, de troca, que não se limitem apenas a dimensão acadêmicas."

 

Claudia Mayorga diz a questão da saúde mental exige uma universidade mais acolhedora.

 

Sonora: "Isso se manifesta publicamente, nos espaços de estudo, de pesquisa, de extensão, então a gente precisa lidar com isso. Nós muitas vezes dentro da Universidade, historicamente, achamos que aqui não é o lugar onde as pessoas podem demonstrar seus medos, suas fraquezas, suas dificuldades e devemos sim acolher quando isso acontece."

 

Em outras universidades estão sendo implantadas ações relativas a saúde mental dos estudantes. Na Universidade de Brasília, está em fase de estruturação o Núcleo de Estudos, Pesquisas e Atendimentos em Saúde Mental e Drogas e foi criado um grupo para atendimento a situações de risco emergencial.

 

Para Yasmim Safatle, de 24 anos, do curso de Ciências Sociais, as iniciativas são positivas:

 

Sonora: "Acho muito importante que a universidade reconheça que não se trata de uma questão individual, do estudante, da estudante que está tendo um problema psicológico, um problema pessoal e que ela também tem que se responsabilizar por isso e implementar medidas. Até mesmo para a gente saber que a universidade está preocupada com as nossas vidas. Nós podermos tambem ser nossas redes de apoio com os estudantes cuidandos de outros estudantes."

 

A Unb ainda oferece no Campus do Gama uma disciplina diferente: Felicidade. Mas, esse sentimento se aprende? Quem explica é o Titular da matéria, Wander Pereira. 

 

Sonora: "As pessoas tem que entender que a felicidade não é conquistada de forma permanente. Felicidade é sempre uma busca e o acumulo dessas pequenas coisas é que tornam as pessoas felizes. A disciplina vai ter esse caminho aí. Se você consegue fazer com que uma pessoa desenvolva sua capacidade de relacionamento social, afetividade, resiliência, estratégia de enfrentamento a depressão. Então, você está tornando ela mais apta a buscar sua própria felicidade, fazer seu próprio caminho."

 

Diante do sinal de que algo está errado importante procurar ajuda com profissionais, nos postos de saúde, organizações não-governamentais e Centro de Valorização da Vida na internet ou ligando no 188.

 

Na próxima reportagem, a prevenção ao suicídio no mercado de trabalho.

 

Com produção de Adriana Shimoda, sonoplastia Marcos tavares. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Amapá decreta calamidade pública após salinização do rio Amazonas

Com o decreto, o governo local mobiliza todos os órgãos estaduais para atuarem sob o comando da Defesa Civil na região do Distrito do Bailique. O prazo do estado de calamidade pública é de 180 dias. Estima-se que cerca de 14 mil pessoas de 65 comunidades do arquipélago sejam afetadas pela salinização das águas e erosão das margens do Rio Amazonas.

Baixar arquivo
Segurança

TJRJ inaugura primeiro centro de atenção e apoio às vítimas de crimes

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta sexta-feira o primeiro Centro Especializado de Atenção e Apoio às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais do país.

Saúde

Prevent Senior assina acordo de conduta com Ministério Público de SP

O Plano de Saúde deverá suspender o uso de medicamentos ineficazes do chamado kit covid, vai ter que publicar em jornais e portais da internet que nunca fez qualquer pesquisa científica para comprovar a eficácia desses medicamentos e está proibido de alterar o código de diagnóstico de covid de pacientes que morreram em decorrência de problemas provocados pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Preço da carne no atacado cai, mas valor no varejo ainda continua alto

É que apesar das vendas estarem suspensas para a China, os produtores brasileiros tem guardado as carnes armazenadas em frigoríficos a espera de uma solução para o impasse. Ou seja, não aumentou a oferta do produto no mercado interno.

Baixar arquivo
Economia

Ministros das Comunicações dos Brics querem economia digital inclusiva

Os ministros das Comunicações dos cinco países do Brics assinaram uma declaração conjunta de cooperação internacional para estruturar uma economia digital inclusiva.

Baixar arquivo
Geral

Tanqueiros encerram greve em MG, SP e RJ

A paralisação dos tanqueiros, transportadores de combustíveis e derivados de petróleo, iniciada nessa quinta-feira (21) e encerrada hoje, afetou a distribuição de combustíveis em três estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo