Pesquisa: fome é mais frequente em famílias chefiadas por mulheres

Publicado em 14/06/2021 - 08:32 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

A fome é um problema mais frequente em famílias chefiadas por mulheres. A insegurança alimentar é um problema que afeta cerca da metade das famílias chefiadas por homem no país: 47%delas. Mas é um fantasma que atormenta praticamente 64% das famílias chefiadas por mulheres.

Os números estão na pesquisa feita pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional e são confirmados por um outro estudo do Grupo de Alimentos por Justiça.

Essa segunda pesquisa mostra que o problema é ainda maior. A fome afeta 60% das famílias chefiadas por homens e 74% dos lares chefiados por mulheres.

As duas pesquisas foram divulgadas no primeiro trimestre de 2021, mas o estudo comparativo que mostra como a desigualdade de gênero se manifesta na mesa das famílias foi feito pela Rede Brasileira de Mulheres Cientistas e foi divulgado na última sexta-feira (11).

Cátia Grisa, pesquisadora na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), explica que a insegurança alimentar é um problema que vem crescendo desde o início da crise econômica, em 2014, agravou-se com a redução de programas sociais de distribuição de renda e ganhou força com a pandemia de coronavírus.

Em 2013, o Brasil registrou o menor índice de insegurança alimentar grave na história: 3,2%. No ano seguinte, o país saiu do Mapa da Fome das Nações Unidas, mas desde 2017, o IBGE vem registrando o crescimento da insegurança alimentar no país.

Edição: Roberto Piza / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Presidente do COB destaca a importância dos Jogos Universitários

As competições foram um reencontro de estudantes que são esportistas tradicionais, eletrônicos e adaptados de 26 modalidades diferentes 4,5 mil pessoas participaram do eventos se somarmos atletas, árbitros, técnicos e voluntários .

Baixar arquivo
Saúde

Campanha Nacional de Multivacinação continua até 29 de outubro

O prazo para atualizar a caderneta de crianças e adolescentes menores de 14 anos se estende até o dia 29. Na lista de mais de 20 imunizantes estão os que protegem contra doenças, como hepatites A e B, poliomielite, febre amarela e  HPV.

Baixar arquivo
Saúde

Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina contra covid-19

Essa remessa é a última das que estavam previstas para trazer ao país 10 milhões de doses da vacina da Pfizer na última semana. A compra dessas vacinas faz parte do segundo contrato que prevê a entrega de mais de 100 milhões de doses até o fim do ano.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Lançada no Rio a Campanha Natal sem Fome que completa 27 anos

Com expectativa de arrecadar R$ 30 milhões em doações para a compra de alimentos,  a ONG Ação da Cidadania, lançou neste domingo, no Rio, a campanha “Natal sem Fome”.

Baixar arquivo
Economia

Nascidos em outubro recebem a 6ª parcela do Auxílio Emergencial 2021

Os recursos serão creditados na Poupança Social Digital e esse público pode sacar ou transferir o dinheiro por meio do aplicativo Caixa Tem e na rede lotérica de todo o país.

Baixar arquivo
Saúde

Dia D disponibiliza a crianças e adolescentes 18 tipos de vacinas

A campanha de multivacinação vai até o dia 29 de outubro e visa aumentar a cobertura vacinal no país, que tem caído desde 2015, quadro que se agravou durante a pandemia.

Baixar arquivo