CNJ pretende identificar a população carcerária por meio de biometria

Iniciativa tem a colaboração de mais de 150 instituições

Publicado em 03/08/2021 - 15:21 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Um projeto coordenado pelo CNJ, Conselho Nacional de Justiça, pretende identificar, por meio da biometria, toda a população carcerária do país até agosto de 2022. A iniciativa, chamada de Ação Nacional de Identificação Civil para Pessoas Presas, foi lançada nesta terça-feira, e tem a colaboração de mais de 150 instituições.

O presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, calcula que, até o início de setembro, serão distribuídos 5 mil kits de biometria, um para cada unidade prisional do Brasil.

O Tribunal Superior Eleitoral participa da ação mantendo os dados em um cadastro nacional único. Durante o lançamento, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, destacou as consequências da falta de identificação correta dos presos, inclusive com casos de pessoas que estão no sistema por engano.

O projeto também conta com investimento de R$ 35 milhões do Ministério da Justiça e Segurança Pública, como destacou a diretora-geral do Departamento Penitenciário Nacional, Tânia Fogaça: "Combater o crime organizado não significa dar tratamento indevido ao presos."

O PNUD, o programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, é outro parceiro da Ação Nacional de Identificação Civil para Pessoas Presas.  Segundo o representante da ONU, Carlos Arboleda, o PNUD trabalha para que até 2030 toda população mundial tenha documentação.

A ação para identificação civil dos presos vai contar ainda com publicação de guias e treinamento de profissionais para que o registro das pessoas privadas de liberdade funcione de forma permanente.

Edição: Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Esportes

Seleção brasileira de futebol de cegos conquista Grand Prix no México

Vitória contra a Argentina foi conquistada nos pênaltis, após empate de 0 a 0. Resultado credencia o Brasil para disputar Mundial na Inglaterra no próximo ano.

Baixar arquivo
Justiça

Justiça decreta prisão preventiva e cônsul da Alemanha continua detido

Uwe Herbert Hahn já estava preso em flagrante na cadeia de Benfica, no Rio de Janeiro, suspeito de matar o companheiro na última sexta-feira.

Baixar arquivo
Cultura

Há 30 anos, explosão em palco atingia vocalista do Metallica

O cantor sofreu queimaduras na mão, no braço, em parte do rosto, na cabeça e nas costas. No documentário Behind The Music, da VH1, Hetfield contou que sentiu a pior dor de sua vida e que “os nervos pareciam estar expostos”.

Baixar arquivo
Esportes

Brasileirão: confira os resultados dos jogos do fim de semana

Botafogo e Ceará ficaram em 1 a 1 no estádio Nilton Santos. Juventude perdeu em casa para o América-MG por 1 a 0. O Atlético-GO venceu o Bragantino, em Goiânia, por 2 a 1. Corinthians e Avaí empataram em 1 a 1. O Flamengo foi até o Morumbi e venceu o São Paulo por 2 a 0.

Baixar arquivo
Geral

Temperaturas devem cair nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste

Nesta segunda, a previsão é de temporais na Região Sul e em Mato Grosso do Sul, com chuvas e ventos fortes. Vai fazer frio também em áreas de Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Baixar arquivo
Geral

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para a perda cognitiva

As habilidades cognitivas geralmente diminuem à medida que a idade avança. Mas uma pesquisa feita por cientistas da USP mostra que essa perda chega a ser 28% maior entre pessoas que consomem mais alimentos ultraprocessados.

Baixar arquivo