No Marajó o desenvolvimento será importante para combater violações

Publicado em 23/08/2021 - 20:04 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

As riquezas naturais e culturais do arquipélago do Marajó, no Pará, contrastam com os problemas sociais da região como a pobreza, a violência contra a mulher, e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Foi nesse contexto que o governo federal lançou, em março do ano passado, o programa Abrace o Marajó.  Coordenado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o projeto busca auxiliar no desenvolvimento social e econômico das comunidades marajoaras.

Nesta segunda-feira, a titular da pasta, ministra Damares Alves, viajou para o arquipélago, onde apresentou novas ações a serem realizadas por meio do programa. A visita a municípios da região é acompanhada por Gustavo Montezano, presidente do BNDES — o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Segundo a ministra Damares, a participação do BNDES é essencial porque, para enfrentar as violações de direitos humanos, é preciso, antes, oferecer desenvolvimento à região. A ministra Damares Alves também destacou que o arquipélago do Marajó tem  potencial turístico suficiente para desenvolver as comunidades marajoaras.

Damares se reuniu nesta segunda com autoridades e moradores de Soure, o maior município do Marajó. Nesta terça-feira, a ministra se desloca até a cidade vizinha de Salvaterra, onde deve visitar uma comunidade quilombola e se encontrar com produtores rurais.

De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, até o momento, já foram investidos mais de R$ 4 bilhões na região, por meio do do programa Abrace o Marajó.

O arquipélago fica no litoral do Pará, entre a floresta amazônica e o oceano Atlântico. A região de natureza exuberante abriga uma cultura própria, típica da população marajoara  — que gira em torno de 564 mil habitantes, conforme dados de 2019 do IBGE.

Edição: Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Justiça

TST homenageia a UFRN e entrega comenda para pessoas e instituições

O TST - Tribunal Superior do Trabalho realizou nesta quinta-feira a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho de 2022, honraria concedida para instituições e personalidades que tiveram destaques em suas profissões ou por serviços prestados à Justiça do Trabalho. 

Baixar arquivo
Economia

Pix: presidente do BC diz que não é verdade que bancos perdem dinheiro

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira que não é verdade que os bancos estão perdendo dinheiro com o Pix.

Baixar arquivo
Política

Conselho de Ética da Câmara do Rio aprova cassação de Gabriel Monteiro

O Conselho de Ética da Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou por unanimidade o relatório que pede a cassação do mandato do vereador Gabriel Monteiro, por quebra de decoro parlamentar.

Baixar arquivo
Economia

Produtos de origem indígena estão disponíveis para compra na internet

Produtos de origem indígena com a certificação da Funai estão disponíveis para compra na internet, por meio da plataforma Maeí. O espaço virtual foi desenvolvido pelo Instituto Moara — que também vai ser responsável por manter o comércio eletrônico.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Em São Paulo seminário discute a implantação da nova tecnologia 5G

A internet 5G já está ativa em Brasília, Porto Alegre, João Pessoa, Belo Horizonte e São Paulo. Na semana que vem, a nova faixa vai ser ativada em mais três cidades: Curitiba, Salvador e Goiânia.

Baixar arquivo
Geral

Frio e ventania deixam a cidade de São Paulo em estado de alerta

O tempo permaneceu instável na capital paulista. Foi um dia muito nublado, em que uma chuva fina e fria se alternou por breves aberturas de sol e o resultado foi um dia frio.

Baixar arquivo