Governo federal reconhece 5 territórios quilombolas no país

Publicado em 20/11/2023 - 16:19 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Com mais de 6 mil territórios quilombolas aguardando a titulação, no Brasil, cinco deles foram reconhecidos, nesta segunda-feira (20), pelo governo federal, em uma das ações pelo Dia da Consciência Negra.

A entrega dos títulos faz parte do segundo Pacote da Igualdade Racial, com 13 ações para garantir o direito à vida, terra, educação, trabalho, memória e reparação.

Durante a cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Lula destacou que o processo de titulação é demorado e que as populações quilombolas devem cobrar medidas reparadoras, ao governo.

Das cinco áreas quilombolas efetivadas, três são no Maranhão, uma no Tocantins e uma em Sergipe, somando mais de 300 famílias que passam a ter a posse definitiva dos territórios. Sandra Braga, coordenadora executiva da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas, conta que esperava mais entregas, mas as que chegaram são bem-vindas, já que garantem direitos a mais famílias.

Também durante a cerimônia, a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, prestou homenagem às lideranças quilombolas que lutam pelo direito à terra, incluindo mãe Bernadete, assassinada, em agosto, no quilombo Pitanga dos Palmares, na Bahia.

O pacote da Igualdade Racial desta segunda ainda inclui o investimento de 9 milhões para a promoção de políticas voltadas a mulheres e pessoas negras quilombolas, indígenas, ciganas ou com deficiência; à conservação ambiental, direitos sociais e geração de renda, para as mais de 3.500 comunidades quilombolas já titularizadas no país, além de outras medidas.

O censo do IBGE deste ano mostra que o Brasil tem mais de 1,3 milhão de pessoas quilombolas. Quase 75% delas estão na região Nordeste e apenas 5% do total vivem em territórios titulados.

Edição: Roberta Lopes / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Direitos Humanos

Segurança no RS será reforçada com PMs de São Paulo

Para reforçar a segurança pública do Rio Grande do Sul, a Polícia Militar de São Paulo envia, nesta segunda-feira, mais 150 policiais ao estado. Os agentes vão atuar no batalhão humanitário que presta apoio logístico ao povo gaúcho, e vão utilizar 50 viaturas.  

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Número de mortos por causa das chuvas no RS sobe para 169

Subiu para 169 o número de pessoas que perderam a vida, em decorrência das enchentes e dos estragos causados pelas chuvas, no Rio Grande do Sul. A crise climática já afeta mais de 2,3 milhões gaúchos de 469 cidades.

Baixar arquivo
Economia

Economista explica prós e contras de taxar compras de até US$ 50

Entre o direito ao livre mercado consumidor e a proteção do comércio e da indústria nacionais, a taxação de compras no exterior até o valor de US$ 50, voltou ao debate na semana passada.

Baixar arquivo
Saúde

Começa nesta segunda-feira reforço na vacinação contra influenza no RS

A partir desta segunda-feira, o combate à gripe Influenza vai ganhar reforço no Rio Grande do Sul. O Ministério da Saúde vai enviar mais de R$ 50 milhões, aos municípios que encaminharam planos de controle da doença.

Baixar arquivo
Geral

Guaíba segue acima dos 4 m; maio é o recordista em chuvas desde 1916

O nível do Guaíba neste domingo (26) permanece acima dos quatro metros. Às sete horas da manhã, ele estava com 4,13 metros de cota. As chuvas de quinta e sexta contribuíram para o aumento do nível.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde lança nova campanha de vacinação contra covid-19

O objetivo é imunizar pelo menos 70 milhões de pessoas nos grupos prioritários.

Baixar arquivo