Ipea aponta desigualdade em acesso a empregos e serviços

Pesquisa

Publicado em 16/01/2020 - 16:55 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

As periferias das 20 maiores cidade do Brasil têm desertos de oportunidades. De acordo com um estudo divulgado nesta quinta-feira (16) pelo Ipea, o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas e o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento.

 

Isto significa que quem mora nas regiões mais pobres têm mais dificuldade para acessar locais de trabalho, escolas e unidades de saúde e menos opções de transporte público. Por outro lado, as pessoas mais ricas e brancas, por viverem em locais mais privilegiados, têm acesso mais facilitado a serviços e emprego.

 

Em São Paulo, por exemplo, a quantidade de postos de trabalho disponíveis a uma distância de no máximo 30 minutos a pé de casa é 9,5 vezes maior para os 10% mais ricos, do que para os 40% mais pobres. Mas mesmo na cidade menos desigual, Maceió-Al, essa proporção é de 1,7,  o que significa que os mais ricos tem quase o dobro de oportunidades de trabalho perto de casa, do que os mais pobres.

 

De acordo com o pesquisador do Ipea, Rafael Pereira, os dados apontam que é preciso planejar melhor o crescimento das cidades. O pesquisador avalia também que as políticas públicas de educação e saúde foram mais bem sucedidas em capilarizar esses serviços.

 

Com exceção de Brasília, a população das maiores cidades brasileiras gasta entre cinco e 10 minutos de bicicleta para chegar até uma unidade de ensino médio, por exemplo,  mas mesmo assim a desigualdade permanece. Em Goiânia, essa distância é de menos de 10 minutos para os 20% mais ricos, mas se aproxima de 15 para os 20% mais pobres.

 

Já em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, o tempo sobe de 5 para 12. Além disso, em Belo Horizonte, Curitiba e Campinas, a população branca têm uma oferta duas vezes maior de serviços de saúde de alta complexidade a uma distância a pé de até 60 minutos do que a população negra.

 

Últimas notícias
Internacional

Itamaraty apresenta candidato brasileiro ao Tribunal de Haia

O Itamaraty apresentou a embaixadores o professor de direito internacional de UFMG Leonardo Caldeira Brant, que foi escolhido para a vaga na corte das Nações Unidas.

Baixar arquivo
Justiça

Tribunal Regional Federal da 6ª Região é instalado em Belo Horizonte

A nova corte ficará responsável por julgar os processos em segunda instância que tenham origem em Minas Gerais.

Baixar arquivo
Política

TSE suspende repasse de recursos para campanha de Roberto Jefferson

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, o candidato está inelegível até 24 de dezembro de 2023, porque foi condenado no processo do mensalão. Ele se candidatou à Presidência da República pelo PTB.

Baixar arquivo
Saúde

Planos de Saúde reembolsaram ao SUS mais de R$ 5 bi de 2015 a 2020

Agência Nacional de Saúde Suplementar publicou a 6ª edição do Mapa de Utilização do SUS por Beneficiários de Planos Privados.

Baixar arquivo
Política

Acompanhe a agenda de cinco dos candidatos à Presidência da República

A Rádio Nacional acompanha as agendas dos cinco candidatos à Presidência da República mais bem posicionados na mais recente pesquisa de intenções de voto registrada no Tribunal Superior Eleitoral.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Em média, cerca de 112 mil queimadas são registradas por ano no país

Dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que realiza esse monitoramento desde 1998. Entre os biomas, o cerrado é o mais atingido.

Baixar arquivo