Banco Central regulamenta plataforma de pagamentos instantâneos Pix

Banco Central

Publicado em 12/08/2020 - 21:05 Por Victor Ribeiro - Brasília

O Banco Central divulgou nessa quarta-feira (12), o regulamento da plataforma de pagamentos instantâneos Pix. A ferramenta va permitir transferir dinheiro em tempo real, 24h por dia, sete dias por semana.

 

A principal novidade das regras anuncias é que as instituições de pagamento que hoje não estão sujeitas ao controle do Banco Central passarão a ser reguladas automaticamente ao aderirem à plataforma Pix. Isso porque elas terão que integrar o SPB, Sistema de Pagamentos Brasileiro.


A expectativa é que a regulação seja mínima. Pelo regulamento, as instituições que vão operar os pagamentos por meio da Pix, terão que comprovar que possuem capital de pelo menos R$1 milhão.


O Banco Central justificou que a medida pretende dar mais competitividade ao setor e simplificar as formas de pagamento instantâneo. O objetivo é evitar custos mais altos aos clientes e garantir a sustentabilidade das empresas de menor porte.


Com esse regulamento, todas as instituições que estiverem no Pix serão, em alguma medida, reguladas pela autoridade financeira. O WhatsApp, por exemplo, que aguarda o aval do Banco Central para operar em pagamentos, será necessariamente será supervisionado, se quiser oferecer esse serviço dentro da Pix.


O Banco Central confirmou o cronograma das operações. No dia 5 de outubro, começa o cadastro no sistema. Os usuários precisarão informar o e-mail e os números do telefone celular e do CPF ou CNPJ. Já o início da operação plena da plataforma, está marcado para o dia 16 de novembro.


Para as empresas, o ferramenta vai funcionar no principal canal digital da instituição, ou aplicativo ou internet banking. Nós, pessoas físicas, vamos acessar a plataforma de pagamentos instantâneos Pix pelo aplicativo oferecido pela instituição financeira, o APP de um banco por exemplo.

Últimas notícias
Cultura

Rádio Nacional do RJ pode ser declarada Patrimônio Imaterial do Estado

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro poderá ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado. Um projeto de lei, de autoria dos deputados estaduais Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

SP usa pela primeira vez a queima controlada para prevenir incêndios

A experiência está acontecendo na Estação Ecológica Jataí na cidade de Luís Antônio, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Política

Câmara dos Deputados elege novos membros da mesa diretora

O deputado Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais, foi eleito nessa quarta-feira para o cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Centro-oeste tem aumento de 165% dos casos de dengue

Os casos de dengue vêm crescendo no país. O centro-oeste lidera com mais de 855 mil casos prováveis da doença transmitida pelo Aedes Aegypti, segundo o Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa alerta para publicidade ilegal de fórmulas infantis

Seis em cada dez farmácias e supermercados brasileiros infringem a legislação que regula o marketing de produtos que podem prejudicar a amamentação, diz pesquisa do Observa Infância.

Baixar arquivo
Saúde

Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais . O médico Idblan Carvalho detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Baixar arquivo