Setor de atividades artísticas é o mais afetado pela pandemia

Ministério da Economia divulgou hoje a lista com 34 setores impactados

Publicado em terça-feira, 15 Setembro, 2020 - 13:42 Por Anna Luísa Praser - Brasília

O setor de atividades artísticas, criativas e de espetáculos foi o mais afetado por causa das ações de combate ao novo coronavírus. O dado faz parte de uma lista publicada nesta terça-feira (15) pelo Ministério da Economia sobre os setores mais impactados economicamente, principalmente depois do decreto de estado de calamidade pública. 

O ranking é para orientar as agências financeiras oficiais, inclusive setoriais e regionais, sobre como auxiliar esses ramos da economia nesse período. Essas agências são as instituições que prestam socorro financeiro a essas categorias.

Ao todo, 34 setores foram listados. Depois do setor de atividades artísticas, em segundo lugar está o transporte aéreo e aqueles sobre trilhos, como ferroviário e metroviário de passageiros. 

O transporte público urbano, bem como o serviços de alojamento, que englobam hotéis, pousadas e hostels, por exemplo, e ainda serviços de alimentação também estão no rol de afetados.

Outras categorias como produção de calçados e artigos de couro, fabricação de veículos automotores e até tecidos e artigos de armarinho, por exemplo também sentiram os impactos da pandemia.

A lista aponta ainda reflexos nos setores da educação e saúde privadas, telecomunicações, transporte de cargas, combustíveis e lubrificantes.

A listagem completa com todos os setores elencados pelo Ministério da Economia como os principais afetados pela pandemia pode ser conferida na edição desta terça-feira do Diário Oficial.

Edição: Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo