Venda de carros elétricos bate recorde no Brasil em 2021

Publicado em 01/10/2021 - 12:34 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Os chamados veículos eletrificados vêm ganhando cada vez mais adeptos, no Brasil, apesar dos preços ainda pouco acessíveis: a partir de R$ 150 mil. O Vice-Presidente da ABVE, Associação Brasileira do Veículo Elétrico, Thiago Sugahara, diz que as vantagens pelo carro movido a energia são maiores, em alguns aspectos, inclusive no custo por quilômetro rodado.  

Segundo Thiago Sugahara, o motor elétrico tem capacidade de aceleração maior do que o motor a combustão, que utiliza gasolina e álcool, por exemplo. Thiago ainda explica que os carros elétricos, a cada 100 Km rodados custam até R$ 16. Já os movidos a combustão, podem custar até R$ 70 para rodar os mesmos 100 Km.

Os veículos podem ser híbridos (que possuem motor a combustível e elétrico) ou totalmente elétricos. O modelo híbrido é o utilizado pelo médico André Moreira, morador de Brasília. Satisfeito com o carro, pretende trocar pelo modelo 100% elétrico, que polui menos. André defende que seja cada vez mais acessível essa possibilidade porque ele ainda considera uma opção “muito cara”, sobretudo com o aumento do valor da energia elétrica e o preço do veículo.

De acordo com a ABVE, no Brasil, os veículos eletrificados bateram um novo recorde de vendas, no primeiro semestre deste ano. A entidade registrou, até agosto passado, mais de 20 mil emplacamentos de carros elétricos, o mesmo número registrado em todo o ano de 2020. As vendas foram quase 70% a mais que em 2019. A expectativa é superar 30 mil emplacamentos este ano. Atualmente, o país possui uma frota estimada em torno de 60 mil carros movidos a energia elétrica. No primeiro semestre de 2021, o modelo mais vendido foi o chamado híbrido, que ainda usa combustão, mas polui menos.

Edição: Leila Santos / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Política

Senado aprova PEC que criminaliza posse e porte de drogas

O texto inclui no artigo 5º da Constituição que será crime a posse e o porte de droga sem autorização independente da quantidade. 

Baixar arquivo
Política

Lewandowski defende veto parcial à lei que proíbe a chamada saidinha

Para o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, o veto do presidente Lula a pontos da lei que restringe as saídas temporárias de detentos, conhecidas como saidinhas, foi em defesa da família.

Baixar arquivo
Internacional

Israel continua a dificultar assistência em Gaza, acusa ONU

ONU também pede que seja facilitada a saída de crianças feridas que precisam de tratamento. E mais: incêndio atinge prédio histórico em Copenhague. E Estados Unidos fornecem informações sobre Julian Assange à justiça do Reino Unido.

Baixar arquivo
Geral

Inmet emite alerta laranja de perigo para chuvas intensas

Aviso laranja de perigo pra chuvas intensas inclui ventos fortes, risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e  descargas elétricas.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

“Quem tem fome, tem urgência”, afirma Joenia Wapichana

Em entrevista, a presidente da Funai falou da distribuição de cestas de alimentos para povos indígenas e de kits de ferramentas, para o desenvolvimento da agricultura. Também destacou a importância da demarcação das terras indígenas e o acesso à documentação civil. 

Baixar arquivo
Geral

Mais de 20 instituições federais de ensino estão em greve

Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior recusou a proposta do governo de reajuste de 4,5% no ano que vem e também em 2026. Mas sem reajuste para 2024.

Baixar arquivo