Decreto cria mercado regulador de crédito de carbono no Brasil

Publicado em 18/05/2022 - 14:50 Por Cristiane Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, anunciou nesta quarta-feira (18) a criação do mercado regulador de crédito de carbono no Brasil.

O decreto, segundo ele, que deve ser publicado ainda nesta quarta, traz elementos inovadores e modernos, como o conceito de crédito de metano, e a possibilidade de registro de processos e atividades.

Ao participar da abertura do Congresso Mercado Global de Carbono, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, o ministro enfatizou que esta regulação estava sendo aguardada há 12 anos e citou a parceria do ministro da Economia, Paulo Guedes na elaboração.

Leite destacou, ainda, que a maturidade do mercado de carbono nacional virá com a aprovação do projeto de lei que será amplamente debatido com a sociedade no Congresso Nacional, mas que não tem dúvidas de que o Brasil será o maior fornecedor mundial de créditos.

Nesta mesma linha, o presidente do Banco do Brasil, Fausto de Andrade Ribeiro, lançou, na abertura do evento, um fundo de investimentos destinado a projetos de créditos de carbono, acessível a todos os clientes, que tenham interesse em compensar suas emissões e obter remuneração.

O Congresso Mercado Global de Carbono é promovido pelo Banco do Brasil e pela Petrobras e vai até sexta-feira (20).

Os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, e da Petrobras, José Mauro Ferreira, também estavam na mesa de abertura.

Nos três dias do congresso serão apresentados 24 painéis e 120 casos de sucesso de empreendedores verdes, além de sessões plenárias.

Participam lideranças empresariais, políticas e ambientais do Brasil e de outros países, discutindo projetos, de fontes de energia renovável e o papel do hidrogênio verde em uma matriz energética limpa para o Brasil.

Edição: Nádia Faggiani / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Direitos Humanos

Nove mil crianças e adolescentes são encontradas na produção de fumo

O trabalho na produção de fumo é considerado uma das piores formas de trabalho infantil, por causa da exposição à nicotina e aos agrotóxicos. Os dados são de um estudo do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

Baixar arquivo
Economia

Governo do RJ reduz alíquota de ICMS dos combustíveis de 32% para 18%

Com isso, a expectativa é que os preços nas bombas, pagos pelos consumidores, tenham redução média de R$ 1,19 no caso da gasolina. Atualmente, a média de preço no estado é de R$ 7,80.

Baixar arquivo
Geral

Conversão proibida é a infração do radar mais ativo da cidade de SP

O radar que flagrou mais infrações na capital paulista, nos três primeiros meses do ano, fica na ponte das Bandeiras, que liga a zona norte à zona central da capital paulista.

Baixar arquivo
Justiça

PF investiga desvio de verba pública da saúde em SP

Polícia Federal realizou a Operação Equidna contra um esquema de desvio de verbas na saúde. Foi alvo da operação, a ex-prefeita Teca Gouveia, que exerceu mandato entre 2012 a 2020 na cidade de Piquete, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Justiça

Entenda como funciona o "golpe do IOF" na hora de pegar um empréstimo

A Receita Federal tem recebido relatos de que supostas empresas pedem o pagamento antecipado do IOF, o Imposto sobre Operações Financeiras, para liberar um empréstimo.

Baixar arquivo
Política

STF deve avaliar nova lei de improbidade administrativa no 2º semestre

O presidente da Corte, ministro Luiz Fux, adiantou a pauta na sessão de encerramento do primeiro semestre do ano Judiciário de 2022 realizada nesta sexta-feira. A Justiça entra em recesso a partir deste sábado.

Baixar arquivo