Banco deve oferecer pacote básico de serviços ao cliente

Publicado em 26/02/2024 - 07:52 Por Madson Euler- Repórter da Rádio Nacional - São Luís - MA

Um Relatório do Banco Central divulgado no ano passado mostra que pelo menos 190 milhões de pessoas no Brasil tinham conta corrente em 2022. Esse número representa 82% da população. Isso sem considerar outros contratos bancários como conta poupança, conta salário, conta digital, investimentos, dentre outros serviços oferecidos pelas operadoras financeiras.

Esse número é exponencialmente maior quando considerado que muitos brasileiros têm mais de uma conta aberta, em bancos distintos. Ainda em 2022, o Brasil ultrapassou mais de 1 bilhão de contas abertas, considerando pessoas físicas e jurídicas.  

O que muitos clientes dos bancos não se atentam é que todos eles têm direito a um pacote de serviços essenciais, sem cobrança de tarifas.  Uma Resolução do Banco Central determina que as instituições bancárias devem oferecer de forma gratuita cartões de débito, a realização de até quatro saques e duas transferências entre contas na mesma instituição por mês, assim como fornecer dois extratos e consultas pela internet e por telefone. Esse é o ponto de partida, para quem vai apenas realizar movimentações através da conta e não vai investir: investigar o que o banco oferece de benefício além deste pacote básico. 

Carlos  Eduardo Gomes, Chefe do Departamento de Atendimento Institucional do Banco Central, orienta que, mais que as tarifas gratuitas, é se perguntar qual o objetivo da abertura  da conta e quais serviços são importantes para atender este objetivo. 

Gomes lembra também que, como qualquer relação comercial, o brasileiro esquece o seu poder de escolha e principalmente de negociação de tarifas. 

Ele reforça ainda que é papel das instituições financeiras se anteciparem em relação às informações e valores que serão cobrados enquanto prestadora de serviços e que elas não podem antecipar o serviço, sem que haja solicitação ou permissão em contrato por parte do cliente. 

O Banco Central orienta que se o cliente procurar a instituição financeira gestora da conta para fazer o cancelamento de uma cobrança indevida de tarifa e não for atendido, é importante guardar o número de protocolo e entrar em contato com a ouvidoria da instituição. Se o problema persistir, é hora de registrar a reclamação no Banco Central através do site bcb.gov.br, preenchendo as informações no campo Reclamação contra bancos e outras instituições financeiras, na aba “Fale Conosco”. 

 Outra alternativa é, munido de comprovantes de cobrança indevida, acionar o Procon. 

*Com produção de Salete Sobreira.

Últimas notícias
Cultura

SP: artistas protestam contra fechamento de oficinas culturais

O protesto acontece nas três oficinas culturais que estão em risco de fecharem as portas na capital paulista. A Oswald de Andrade, no bairro do Bom Retiro, a Alfredo Volpi, em Itaquera, na zona leste da cidade e a Juan Serrano, no bairro da Brasilândia, na região norte de São Paulo.

Baixar arquivo
Educação

Começa na segunda-feira prazo para pedir isenção no Enem

Começa, nesta segunda-feira (15), o prazo para pedido de isenção da inscrição do Enem 2024.

A solicitação para fazer a prova de graça vai até 26 de abril.

Baixar arquivo
Geral

Termina nesta segunda o Mutirão de Negociação de Dívidas da Febraban

A iniciativa conta com apoio da Secretária Nacional do Consumidor e dos Procons de todo o país. Só podem ser negociados débitos sem bens dados em garantia, como aquela dívida do cartão de crédito, o cheque especial e empréstimo pessoal.

Baixar arquivo
Geral

Casos de feminicídio e tentativa crescem no Rio

Os registros de feminicídio e tentativa de feminicídio no estado do Rio de Janeiro aumentaram quase 48% nos dois primeiros meses do ano, segundo dados do Instituto de Segurança Pública.

Baixar arquivo
Esportes

Campeonato Brasileiro de Futebol 2024 começa neste sábado

Rádio Nacional transmite jogo do Fluminense contra o Bragantino neste sábado (13), às 21h. 

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo fará Dia D de vacinação contra a gripe neste sábado

Estado de São Paulo quer imunizar mais de 18 milhões de pessoas contra a gripe durante a campanha de vacinação. 

Baixar arquivo