Secretaria do Rio e alunos debatem eleição direta para diretores

Publicado em 13/05/2016 - 21:53 Por Joana Moscatelli - Rio de Janeiro (RJ)

A primeira reunião entre alunos representantes do movimento de ocupação das escolas estaduais e a Secretaria de Educação tratou nesta sexta-feira da gestão democrática nas unidades.

 

O encontro foi mediado pela Defensoria e o Ministério Público e debatou temas como o projeto de lei para eleição de diretores, autonomia dos grêmios e o papel dos conselhos escolares.

 

Para a estudante Ana Cecília da Silva Pereira, as ocupações foram necessárias para a Secretaria ouvir as demandas dos alunos. O defensor público estadual Rodrigo Azambuja avaliou como positiva a reunião que gerou um termo de compromisso entre as partes.

 

Segundo a subsecretária de gestão de ensino da Secretaria de Educação Ana Valéria Dantas, o momento é de reconstruir a relação com a juventude.

 

A Defensoria Pública ainda vai sediar mais 6 reuniões com temas como infraestrutura, currículo e alimentação. A Secretaria de Educação garantiu que o projeto de lei que trata das eleições para diretores, aprovado na assembleia legislativa, vai ser sancionado pelo governo estadual.

 

O órgão também avisou que o Riocard dos alunos de escolas ocupadas foi liberado. Em nota, a Secretaria também pediu aos pais, professores e alunos dos movimentos ocupa e desocupa que repudiem qualquer ato de violência. Nesta semana, houve confrontos no colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, primeira unidade ocupada.

Últimas notícias
Geral

FAB está de prontidão para resgatar brasileiros em áreas de conflito

Após os ataques do Irã a Israel, o governo brasileiro informou que está pronto, caso necessário, para resgatar brasileiros na área de conflito. Em nota, a Força Aérea Brasileira afirma se manter em prontidão para atuar a qualquer hora e em qualquer local, assim que for acionada pelas autoridades.

Baixar arquivo
Internacional

Conselho de Segurança da ONU faz reunião de emergência neste domingo

A reunião acontece após pedido de Israel, que foi atacado pelo Irã na noite desse sábado (13). O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, já se manifestou condenando o ataque iraniano e pedindo “o fim imediato das hostilidades”.

Baixar arquivo
Geral

Lei que criminaliza bullying prevê pena de até quatro anos de prisão

O objetivo da lei, sancionada este ano, é inibir essa prática nas escolas e, principalmente, no mundo virtual, onde o Brasil está no topo da lista nesse assunto. Menores de idade podem ser responsabilizados pela Vara da Infância e da Juventude.

Baixar arquivo
Geral

Brasil pede esforço para conter escalada de tensão no Oriente Médio

O governo brasileiro manifestou grave preocupação com os relatos de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel. O comunicado pede que todas as partes envolvidas exerçam máxima contenção e chama a comunidade internacional para mobilizar esforços e evitar uma escalada.

Baixar arquivo
Internacional

Ruas de Israel amanhecem vazias após ataques do Irã

Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho em Israel. Depois de uma madrugada em claro, acompanhando ao vivo os ataques, os israelenses acordaram com uma sensação ambígua: o alívio pelo bom funcionamento do sistema de defesa, mas também o temor do que está por vir.

Baixar arquivo
Política

Renegociação de dívidas e PEC das Drogas agitam o Senado

PEC das Drogas, renegociação de dívida dos estados, revisão do Código Civil, Imposto de Renda. A semana vai ser cheia no Senado.

Baixar arquivo