Com avanço na matemática, estudantes perdem o medo dos números

Resultados do Saeb mostram progresso dos alunos brasileiros na área

Publicado em quarta-feira, 16 Setembro, 2020 - 18:31 Por Victor Ribeiro - Brasília

Matemática. São 10 letrinhas que assustam muita gente. De acordo com os resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica, divulgados nessa terça-feira pelo Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, foi exatamente em matemática que os estudantes brasileiros tiveram o melhor progresso.

O avanço foi maior no ensino médio, no qual os estudantes brasileiros subiram do nível 2 para o 3, na escala internacional que vai até 10. No quinto ano do ensino fundamental, o avanço foi menor, mas os alunos passaram do nível 4 para o 5, numa escala semelhante. Os dados se referem ao ano passado.

E pelo menos 70 estudantes do quinto ano passaram a gostar do mundo dos números e do raciocínio lógico. Entre eles, a Anna Luiza Queirolo.

A Anna e os outros estudantes de duas escolas públicas em Cotia, na Região Metropolitana de São Paulo, participaram de um curso de férias, no mês de janeiro, antes da quarentena. O programa Mentalidades Matemáticas, desenvolvido pelo Instituto Sidarta, em parceria com a Universidade Stanford, nos Estados Unidos, foi a primeira iniciativa desse tipo no Brasil.

A presidente do instituto, Ya Jen Chang, contou que o curso derrubou alguns preconceitos.

Antes e depois do curso os alunos passaram por avaliações. O resultado foi que, em 10 dias, eles evoluíram o equivalente a 1,3 ano de estudo em matemática. O estudante Matheus Rayan também participou do curso de férias. Ele já gostava dos números, mas tinha medo de errar ao resolver os problemas.

A compradora Bruna Santos, mãe do Matheus, percebeu que, depois do curso, o filho ficou mais seguro.

E lembra da Anna Luiza, que falou no começo da reportagem sobre como aprendeu a gostar de matemática? Então, a mãe dela, Cláudia Queirolo, é professora e gostaria de ver o método do Mentalidades Matemáticas aplicado em mais escolas.

Os coordenadores do curso consideram que, agora, outro grande desafio é formar professores que sejam estimulados a se aventurar a planejar formas diferentes de resolver problemas matemáticos. E que sejam capazes de usar as próprias dúvidas e as dos alunos para buscar maneiras inovadoras de aprender e ensinar. Alguns cursos gratuitos já estão disponíveis pela internet.

E a presidente do Instituto Sidarta, Ya Jen Chang, espera que os resultados sejam duradouros, principalmente para a formação das meninas. Isso porque aproximá-las dos números amplia a participação feminina nas ciências exatas.

Os pesquisadores do programa Mentalidades Matemáticas descobriram que, como é considerada uma disciplina difícil, os estudantes que melhoram o desempenho em matemática se sentem mais encorajados a aprender qualquer coisa.

Agora, eles analisam os resultados do curso de férias para tornar possível a aplicação do programa em outras escolas pelo Brasil.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo