Escravatura no país: curso ensina a professores sobre Cais do Valongo

As inscrições são nacionais e a formação será online

Publicado em 08/10/2020 - 16:22 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

Depois que o Cais do Valongo foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade, chegou a vez de formar multiplicadores, para contar a sua história e reforçar a importância da herança africana na construção do Brasil.  O monumento, na região portuária do Rio de Janeiro, é uma memória do tráfico e mercado de compra e venda de africanos.

Até esta sexta-feira ainda é possível se inscrever no curso Valongo, Cais de Ideias, voltado para professores e outros educadores e que, por causa da pandemia, será realizado de forma online, aberto para profissionais do restante do país.

De acordo com o coordenador do projeto, Luis Araujo, o objetivo é não só disseminar conhecimentos sobre o sítio histórico, mas também estimular novos olhares sobre a diáspora africana.

Por isso, a formação foi dividida em quatro módulos, que tratam da história do Cais do Valongo e da memória africana, mas também sobre como essa memória é preservada e contada, e como tudo isso impacta a construção da subjetividade das pessoas negras. Além disso, será feita uma ponte entre os alunos e outras pessoas que já desenvolvem projetos na região do Cais.

A formação gratuita faz parte do projeto de reestruturação do sítio arqueológico do Cais do Valongo, eleito Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2017 e que também deve receber melhorias, nova sinalização e material expositivo, em breve, após uma parceria do poder público com uma empresa chinesa.

Descoberto em 2011, o Cais é o único vestígio preservado do desembarque de africanos escravizados em toda a América, e marca o local por onde mais de 1 milhão de pessoas chegaram ao Brasil.

Ele fica no meio de uma região conhecida como Pequena África, por abrigar outros sítios históricos relacionados com a escravidão e a cultura negra, além do Quilombo da Pedra do Sal, que ainda luta por sua titulação.

As informações sobre o curso estão disponíveis nas redes sociais do projeto, no Instagram e no Facebook, que podem ser encontradas em @ocaisdovalongo.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Pfizer entrega mais 2,3 milhões de doses

Já foram entregues ao Plano Nacional de Imunizações 89 milhões de doses. Até o dia 30, o laboratório deve entregar mais 11 milhões para cumprir o contrato com o Ministério da Saúde. 

Baixar arquivo
Esportes

Brasil terá clássico com Argentina na semifinal do Mundial de Futsal

Brasileiros e argentinos jogam pela vaga na grande decisão da Copa do Mundo de Futsal na quarta-feira (29), às 14h (no horário de Brasília).

Baixar arquivo
Geral

1.600 motoristas são banidos de aplicativo

Em comunicado, a Uber informou que foram cortados da plataforma os motoristas com altas taxas de cancelamento de corridas.

Baixar arquivo
Esportes

Brasil celebra títulos internacionais no tênis de mesa e no boxe

No tênis de mesa, Hugo Calderano foi campeão do WTT Star Contender de Doha (Catar). No boxe, Beatriz Ferreira ficou com o título do Mundial Militar.

Baixar arquivo
Geral

Presidente Bolsonaro testa negativo para covid-19

O presidente esteve em isolamento no Palácio da Alvorada durante os últimos cinco dias, após ter tido contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que testou positivo e segue em isolamento nos Estados Unidos. 

Baixar arquivo
Geral

Aposentandos e pensionistas têm que fazer prova de vida até 30/9

Desde julho, os servidores inativos que não fizeram a prova de vida em 2020 e 2021, ou em um dos dois anos, devem regularizar sua situação cadastral.

Baixar arquivo