Enem tem abstenção de 51%, a maior da história do exame

Quase 3 mil estudantes foram eliminados nesse domingo

Publicado em 18/01/2021 - 08:57 Por Lucas Pordeus León - Brasília

Em meio a pandemia, o Exame Nacional do Ensino Médio teve a maior abstenção da história. 51% dos mais de 5,5 milhões de estudantes inscritos não apareceram no local da prova neste domingo (17). Em 2019, a abstenção foi de 23%.

O segundo ano com a maior abstenção da história foi em 2009, quando 37% dos inscritos não compareceram.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, considerou o Enem um sucesso e responsabilizou a campanha contra a aplicação do exame durante a pandemia como um dos motivos da alta abstenção. 

Sobre os relatos de alunos que não puderam fazer a prova por causa de lotação da sala, que precisava ser mais vazia para respeitar o distanciamento social, o INEP, instituto responsável pelo exame, informou que foram identificados 11 locais de prova com mais alunos que o permitido, nas cidades de Florianópolis, em Santa Catarina, Curitiba e Londrina, no Paraná, além das cidades gaúchas Pelotas, Caxias do Sul e Canoas.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que nenhum aluno será prejudicado e que quem teve algum problema de logística poderá fazer a prova nos dias 23 e 24 de fevereiro, na reaplicação do exame.  

Farão a prova em fevereiro ainda os 160 mil inscritos no estado do Amazonas, mais os cerca de 3 mil alunos dos municípios de Rondônia, Espigão do Oeste e Rolim de Moura. Esses locais tiveram a prova suspensa ou por decisão judicial ou por decreto das autoridades locais, devido a pandemia do novo coronavírus.

O Enem realizado nesse domingo registrou ainda 2.967 candidatos eliminados por desrespeitarem as regras do exame, como portar equipamento eletrônico ou não seguir as instruções do fiscal da prova.

Outra novidade deste ano foi a possibilidade de o estudante remarcar a prova caso esteja com sintomas ou confirmação de doença infecciosa, como a covid-19. Foram mais de 10 mil pedidos de reaplicação de exames para alunos que alegavam algum problema de saúde, sendo pouco mais de 8 mil pedidos deferidos pelo INEP.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

PIB brasileiro cresceu 3,6% em 12 meses, aponta FGV

Apesar da queda de 1% registrada na passagem de julho para agosto deste ano, a economia brasileira continua em trajetória de recuperação em relação a forte queda de 2020 devido à pandemia de covid-19.

Baixar arquivo
Geral

Defesa Civil emite alerta de risco geológico em Belo Horizonte

Alerta de risco geológico serve para manter a população atenta a possíveis pontos de desabamentos e deslizamentos. Acumulado de chuva dessa segunda-feira (18) já ultrapassou a média histórica para todo mês de outubro.

Baixar arquivo
Geral

Há 120 anos, Santos Dumont fazia primeiro voo controlado pelo homem

No dia 19 de outubro de 1901, a bordo de seu dirigível número 6, o brasileiro Santos Dumont contornou a Torre Eiffel, a uma altura de 250 metros, em voo acompanhado por uma enorme multidão. 

Baixar arquivo
Esportes

Rebeca Andrade se classifica para finais do Mundial de Ginástica

Com direito a show, Rebeca Andrade garantiu presença em três finais do Mundial de Ginástica no Japão. Rebeca lidera no salto e nas barras assimétricas e ficou com a última vaga na decisão da trave. As finais do salto e das barras acontecem na madrugada do próximo sábado.

Baixar arquivo
Economia

Audiência pública vai ajudar a regulamentar Lei do Superendividamento

Sancionada em julho, a lei altera o Código de Defasa do Consumidor e aumenta a proteção de quem está com muitas dívidas, com mecanismos para conter assédios por parte das instituições financeiras. A audiência pública vai ajudar a regular a lei, que pode permitir que o endividado faça uma conciliação com todos os credores de uma única vez. 

Baixar arquivo