Yeltsin Jacques busca na maratona seu terceiro ouro em Tóquio

Publicado em 01/09/2021 - 13:57 Por Igor Santos - repórter da Rádio Nacional - Tóquio

No peito, Yeltsin Jacques tem a prova definitiva de que ninguém foi mais rápido do que ele nos 1.500 metros e nos 5.000 metros T-11 para atletas cegos. Na memória a honra de saber que alcançou algo simbólico para o país. O ouro número 100 em Jogos Paralímpicos. "Foi pela centésima vez que o nosso hino foi tocado no lugar mais alto do pódio em Jogos Paralímpicos, foi excepcional", disse.

Um dia depois do marco histórico, que veio nos 1.500 metros, com direito a recorde mundial, o sul-mato-grossense estava leve. O fundista está com 100% de aproveitamento em Tóquio, com dois primeiros lugares em duas provas.

Yeltsin está tendo alguns dias pra respirar, mas ainda tem um objetivo a cumprir para manter o retrospecto perfeito em Tóquio. No domingo, ele vai explorar as ruas da cidade em busca do ouro na maratona. São 42,195 km. É uma dinâmica bem diferente das outras provas que ele disputou até agora.

"Conto com a torcida de todos e vamos lá e vamos tentar trazer mais um pro Brasil na maratona", disse o atleta.

Edição: GT Passos

Últimas notícias
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo