Hora do Planeta alerta para crises energética e hídrica

Publicado em 27/03/2015 - 18:49 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

Um ato simbólico mundial de combate ao aquecimento global. A Hora do Planeta, movimento que reúne milhares de empresas e governos e mais de um bilhão de pessoas no mundo todo, começa às 20h30 deste sábado (28), com duração de uma hora. São sessenta minutos em que todos os que participam demonstram reflexão e preocupação com as mudanças climáticas. E por esta razão, desligam as luzes de suas casas, de seu ambiente de trabalho. Monumentos mundialmente conhecidos como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel, em Paris, o Coliseu, em Roma e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, já ficaram no escuro durante a celebração do movimento.

 

No Brasil, a ação, promovida pela organização ambientalista WWF, chega à sua sétima edição. O líder da iniciativa Amazônia Viva da Rede WWF, Cláudio Maretti, ressalta que a cada ano cresce o engajamento e que neste domingo, a campanha tem uma importância ainda maior, pois traz como tema central as crises hídrica e energética.

 

O líder da WWF fala sobre a importância da temática e da necessidade de uma mudança de comportamento das pessoas em relação à natureza e aos recursos hídricos.

 

Desde sua primeira edição em 2007, em Sydney, na Austrália, a Hora do Planeta não parou de crescer e, a cada ano, ganha novos adeptos.

 

Matéria alterada dia 27/03/15, às 18h32, para supressão de informação incorreta sobre a data do ato. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Após visita ao Pantanal, senadores pedem reunião com o governo

Os parlamentares integram a comissão externa encarregada de acompanhar as ações de enfrentamento aos incêndios na região. A comitiva percorreu grande parte do Pantanal pela rodovia Transpantaneira para ver a situação do bioma, que enfrenta um dos piores períodos de seca dos últimos 40 anos.

Baixar arquivo
Cultura

Do DF para o mundo, Semana da Europa terá programação toda virtual

A Semana da Europa é organizada pela Associação dos Institutos Culturais, Embaixadas e Consulados de países membros da União Europeia – Eunic Brasília e a Delegação da União Europeia no Brasil e já ocorre há 16 anos na capital federal.

Baixar arquivo
Saúde

No Brasil, mais de 850 pessoas esperam por transplante de medula óssea

Apesar de o Brasil ser o 3º país do mundo em número de doadores, as cirurgias costumam demorar para acontecer, porque a chance de o paciente encontrar uma pessoa compatível é de

uma em 100 mil.

Baixar arquivo
Política

Senado retoma reuniões deliberativas presenciais

Para evitar aglomeração, a comissão diretora instalou cabines de votação em diferentes locais do prédio. Duas delas vão funcionar no sistema drive-thru e os senadores poderão votar sem sair do carro.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Hospital das Clínicas da USP estuda suspeitas de reinfecção

Médicos dizem que desafio é diferenciar da reativação, quando o vírus estava dormente e volta a agir no corpo da pessoa por algum motivo. O hospital acompanha 16 pacientes com suspeita de reinfecção, identificada quando o vírus da segunda infecção tem um genoma diferente do primeiro. Ou seja, ele sofreu uma mutação

 

Baixar arquivo
Economia

Golpes financeiros aumentaram 300% em todo o mundo

Um amigo te pedindo pagamento de boleto por Whatsapp, um falso funcionário de banco que precisa dos seus dados bancários por telefone. Quem já não recebeu essas tentativas de golpes? Com a pandemia, isso aumentou e o método dos golpistas tem se sofisticado cada vez mais. E o Brasil tem participação de 53,9% no vazamento de dados de cartões

Baixar arquivo