História Hoje: Tratado de Berlim foi concluído há 138 anos

Publicado em 13/07/2016 - 06:00 Por Apresentação Gláucia Gomes - Brasília

No dia 13 de julho de 1878 foi concluído o Tratado de Berlim, assinado pelas principais potências da Europa e o Império Otomano, liderado pelos turcos. O objetivo era reorganizar os países dos Bálcãs após a Guerra russo-turca, de 1877–1878.

 

O tratado foi estabelecido a partir do Congresso de Berlim, iniciado um mês antes, reunindo líderes do Império Britânico, Áustria e Hungria, França, Império Alemão, Itália, Império Russo e o Império Otomano, e contando ainda com a participação de delegados da Grécia, Romênia, Sérvia e Montenegro.

 

O diplomata prussiano Otto von Bismarck conduziu o Congresso e costurou o Tratado de Berlin. Com fama de bom negociador, e alegando que a Alemanha era imparcial na crise do Bálcãs, Bismarck tentou convencer outros diplomatas europeus sobre a divisão da região, de modo a favorecer uma maior estabilidade na Europa.

 

Com a independência dos estados eslavos cristãos, e ainda a determinação de que a Turquia deveria dar direitos civis e religiosos aos judeus e cristãos em seu império, que incluía a Palestina, a Alemanha dava mais poder aos russos na região.

 

Para um dos arquitetos do tratado, o britânico Lorde Salisbury, o acordo manteve o Império Otomano como potência na Ásia, mas ainda era útil para manter a Rússia afastada do Mediterrâneo.

 

Após o tratado, e o consequente processo de divisão da região, a Rússia começou a sentir-se prejudicada e houve ressentimento com os alemães. Eles acreditavam que a Alemanha defenderia suas posições em um confronto com a Grã-Bretanha e Áustria, que se opunham firmemente às conquistas russas nos Bálcãs.

 

Nos Bálcãs, Montenegro e Sérvia permaneceram fortes aliados da Rússia, pondo em perigo as relações com a Áustria. O equilíbrio durou 30 anos, até 1908, quando, em aberta violação das decisões do Congresso de Berlim, a Áustria anunciou a anexação da Bósnia, dando inicio à crise bósnia, que foi uma das causas da eclosão da Primeira Guerra Mundial.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Últimas notícias
Cultura

Rádio Nacional do RJ pode ser declarada Patrimônio Imaterial do Estado

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro poderá ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado. Um projeto de lei, de autoria dos deputados estaduais Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

SP usa pela primeira vez a queima controlada para prevenir incêndios

A experiência está acontecendo na Estação Ecológica Jataí na cidade de Luís Antônio, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Política

Câmara dos Deputados elege novos membros da mesa diretora

O deputado Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais, foi eleito nessa quarta-feira para o cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Centro-oeste tem aumento de 165% dos casos de dengue

Os casos de dengue vêm crescendo no país. O centro-oeste lidera com mais de 855 mil casos prováveis da doença transmitida pelo Aedes Aegypti, segundo o Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa alerta para publicidade ilegal de fórmulas infantis

Seis em cada dez farmácias e supermercados brasileiros infringem a legislação que regula o marketing de produtos que podem prejudicar a amamentação, diz pesquisa do Observa Infância.

Baixar arquivo
Saúde

Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais . O médico Idblan Carvalho detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Baixar arquivo