História Hoje: Revolta das Barcas completa 58 anos

História Hoje

Publicado em 22/05/2017 - 07:00 Por Apresentação Carmen Lúcia - Brasília

Por todos os lados as labaredas lambiam as embarcações... Era uma fogueira de revolta... Fagulhas de uma população dizendo basta.

 

Este era o  cenário principal de uma rebelião popular, ocorrida em 22 de maio de 1959, contra o serviço de transporte hidroviário que fazia a rota Rio-Niterói e que  ficou conhecida como “A Revolta das Barcas”.

 

A rebelião, além de seis mortos e 118 feridos resultou na queda dos empresários do Grupo Carreteiro que administravam o serviço.

 

Com a destruição da frota foi necessário a intervenção federal e a consequente estatização das barcas.

 

No final da década de 1950, nem se sonhava com a construção da ponte Rio-Niterói e as barcas eram a única maneira de atravessar a baia de Guanabara. Vale lembrar que o Rio de Janeiro era a capital do Brasil nesse período.

 

Por isso, na época, metade dos cerca de duzentos mil niteroienses, dependiam das barcas para ir trabalhar, estudar e resolver problemas que só eram possíveis serem resolvidos na capital.

 

O Grupo Carreteiro vivia solicitando apoio financeiro ao governo para cobrir os supostos gastos com a manutenção das barcas. O governo normalmente negava alegando que o grupo prestava falsas informações sobre os gastos.

 

Havia uma forte suspeita de que a empresa gastava menos da metade do que exigia. Mas a desconfiança nunca foi devidamente investigada.

 

O serviço que passou a ser oferecido pelo estado era precário e não dava vazão a demanda. E, naquele 22 de maio, a população começou a se aglomerar na rampa de acesso as barcas. Os ânimos foram se acirrando e os atrasos foram o estopim que faltava para aumentar a tensão local.

 


Para piorar a situação, os fuzileiros navais que tentavam colocar a fila em ordem começaram a agir com violência.

 

Tomados pela fúria, os usuários das barcas marcharam para o escritório da empresa, a três quilômetros do foco da revolta.  Invadiram a sede e arremessaram  tudo o que era possível arremessar pela janela. No fim...tudo era chamas.

 

Na parede, antes de partirem, um último ato de desagravo: "Aqui jazem as fortunas do Grupo Carreteiro, acumuladas com o sacrifício do povo."

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

INSS publica novo calendário para prova de vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final deste ano. Os aposentados e pensionistas que não realizaram o procedimento continuam recebendo o benefício.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Mourão afirma que Brasil precisa investir na bioeconomia da Amazônia

O vice presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta sexta-feira que o Brasil reconhece e trabalha para enfrentar os desafios para conter os incêndios e as atividades ilegais na Amazônia.

Baixar arquivo
Saúde

Empresária teve o pulmão perfurado após uma sessão de acupuntura

Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura alerta que é preciso procurar um profissional autorizado a praticar a terapia e uma clínica credenciada

Baixar arquivo
Economia

Governo mantém regras excepcionais no setor de energia elétrica

A decisão  é da  Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, que reuniu-se nesta sexta-feira em Brasília para avaliar as condições e a conjuntura da geração de energia elétrica no país  para os próximos meses.

Baixar arquivo
Geral

México prepara a retomada da exigência de vistos para brasileiros

De acordo com a agência de notícias Reuters, o pedido foi feito pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Um documento do Ministério do Interior mexicano avalia que esta é uma forma de reduzir a onda de imigrações ilegais do Brasil para os Estados Unidos, passando pelo México.

Baixar arquivo
Esportes

Daiane dos Santos visita os atletas dos Jogos Universitários

Os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Brasília, receberam a visita de Daiane dos Santos. Campeã do mundo no solo em 2003 e com três olimpíadas na carreira.

Baixar arquivo