Número de perfis genéticos cresceu nove vezes em relação a 2018

Banco de Dados

Publicado em 05/12/2019 - 14:11 Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

O número de perfis genéticos coletados no Brasil cresceu mais de nove vezes em relação ao ano anterior e chegou a 67 mil condenados com DNA coletado. Desse total, 55 mil já estão cadastrados no Banco Nacional dos Perfis Genéticos. No final de 2018, existiam pouco mais de sete mil perfis registrados.

 

O ministério da Justiça e Segurança Pública investiu, em 2019, R$35 milhões nesta política, R$6 milhões foram usados para criar quatro novos laboratórios de perfis genéticos onde não existia esse serviço: Piauí, Roraima, Tocantins e Sergipe.

 

Agora, todas as unidades da federação contam com esse tipo de laboratório. Os estados entraram com as instalações físicas e com os profissionais e o governo federal investiu nos equipamentos para a coleta e a análise dos DNAs.

 

O objetivo da ampliação do Banco de Dados é auxiliar na elucidação de crimes violentos, como explicou Guilherme Jacques, coordenador da rede nacional dos perfis genéticos.

 

Guilherme Jacques afirmou ainda que mais de mil investigações criminais usaram o banco de dados desde 2013. Em um dos casos, foi encontrado o responsável pelo assassinato de Raquel Genofre, menina de nove anos morta em Curitiba. O caso ficou 11 anos sem solução.

 

A lei que criou o banco, de 2012, determina que todos os condenados por crimes violentos são obrigados a coletar o material biológico. A proposta do Ministério da Justiça de lei anticrime enviado ao Congresso pretendia ampliar essa obrigatoriedade para todos os condenados por crimes dolosos, incluindo corrupção, mas a proposta foi derrubada na Câmara dos Deputados. O ministro Sérgio Moro defendeu a política e disse que não se trata de invasão de privacidade.

 

O Ministério da Justiça informou que deve investir no banco de dados de perfis genéticos de R$40 a R$70 milhões  no próximo ano para ampliar dos atuais 67 mil perfis coletados para cerca de 130 mil perfis de condenados por crimes violentos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

ONU anuncia mais 175 livros infantis para Clube de Leitura ODS

A ONU tem um desafio a ser cumprido até 2030: são os objetivos do desenvolvimento sustentável. E esse assunto também deve ser conhecido pelas crianças. Foram anunciadas as 175 obras escolhidas para aumentar o Clube de Leitura dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Baixar arquivo
Esportes

Atlético-MG recebe São Paulo neste domingo no Mineirão

Atlético-MG e São Paulo precisam concentrar forças para o Campeonato Brasileiro. Galo e Tricolor passaram por dificuldades nas duas primeiras rodadas e perderam pontos que podem ser preciosos no fim da competição.

Baixar arquivo
Geral

Ministério de Direitos Humanos lança campanha contra trabalho infantil

12 de junho é o Dia Internacional e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil. No Brasil, é ilegal qualquer tipo de trabalho realizado por crianças ou adolescentes com menos de 16 anos, independentemente da finalidade ou remuneração.

Baixar arquivo
Geral

Criminoso mais procurado do Rio é morto em ação da Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro capturou neste sábado (12) Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, chefe da maior milícia em atividade do

Baixar arquivo
Esportes

Seleção venezuelana confirma 12 casos positivos para covid-19

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que foi notificada pela Confederação Sul-americana de Futebol, a Conmebol, nessa sexta-feira (12), de que 12 integrantes da seleção venezuelana de futebol, entre

Baixar arquivo
Geral

Queiroga diz que todos os brasileiros devem ser vacinados este ano

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assegurou neste sábado (12), que todos os brasileiros com mais de 18 anos deverão estar vacinados contra a covid-19 até o final deste ano.

Baixar arquivo