Pandemia: com mais pessoas em teletrabalho, surgem novos desafios para funcionários

1º de maio

Publicado em 01/05/2020 - 07:00 Por Maíra Heinen - Brasília

Acordar, tomar um banho, tomar café e ir trabalhar… em casa. Diante de um cenário de pandemia, essa é a nova realidade de muita gente, quando a sala ou o quartinho de estudos vira o escritório, e quando a sala de reuniões é online.


Muita gente caiu de paraquedas nessa nova rotina, precisou se adaptar e conseguiu. É o caso do cientista político João Vitor Aguiar, de 23 anos. Há um mês trabalhando de casa, ele confessa que não gosta muito do modelo home office, mas que se ajustou bem.


“Tem dado bastante certo, eu acredito que a minha produtividade não caiu, pelo contrário. Mesmo não gostando de estar em casa, eu acho que às vezes isso ajuda. Minha produtividade tem dias que está melhor do que no trabalho”.


Não foi o caso do advogado Cláudio Henrique Costa, de 53 anos. Com hipertensão, ele se encaixa no grupo de risco para a Covid-19, mas o trabalho em casa não rendeu.


“Mesmo eu tendo uma condição de risco para Covid-19, que é a hipertensão arterial, eu não me adaptei ao trabalho remoto, por uma série de circunstâncias. Então mesmo com esse fator de risco, eu tenho ido ao trabalho normalmente”.


Assim como o advogado Cláudio Henrique, muita gente está com dificuldades de trabalhar de casa, porque os filhos também estão lá e demandam atenção. O sócio-diretor do Instituto Trabalho Portátil, André Brik, estuda o modelo de teletrabalho há alguns anos e ressalta que, nesses casos, é preciso mais do que nunca, tolerância, principalmente por parte da empresa.


“Existem algumas coisas que podem ser realizadas em revezamento com o companheiro, ensinar as crianças a brincarem sozinhas. Mas a dica principal é analisar a situação com olhar de tolerância. Ter mais flexibilidade com ruídos domésticos; deve haver, também, empatia dos gestores, porque é uma situação extraordinária, não houve tempo de capacitação, implementação de forma gradativa. Foi feito às pressas, muito sem preparo”.


E para muita gente, na nova realidade o pijama e o chinelo viraram companheiros do dia todo. Além disso, estar em casa é também um prato cheio para distrações. André Brik orienta que a pessoa procure um espaço mais afastado do burburinho doméstico, crie uma sinalização para mostrar aos outros moradores que está trabalhando naquele momento, e ainda que crie rituais de início e finalização do trabalho e se vista para trabalhar.


“Se vestir para trabalhar, não trabalhar de pijama, porque isso a gente sabe por estudos que realmente interfere na forma pela qual o trabalho é executado”.


O modelo de teletrabalho já estava em crescimento antes da chegada do novo coronavírus. André aponta que 45% das empresas já estavam adotando alguma forma de trabalho remoto.


Durante o período de isolamento, segundo o Ministério da Economia, 43,74% dos servidores públicos federais, por exemplo, estão em home office. Os dados foram coletados no início de abril.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Amapá decreta calamidade pública após salinização do rio Amazonas

Com o decreto, o governo local mobiliza todos os órgãos estaduais para atuarem sob o comando da Defesa Civil na região do Distrito do Bailique. O prazo do estado de calamidade pública é de 180 dias. Estima-se que cerca de 14 mil pessoas de 65 comunidades do arquipélago sejam afetadas pela salinização das águas e erosão das margens do Rio Amazonas.

Baixar arquivo
Segurança

TJRJ inaugura primeiro centro de atenção e apoio às vítimas de crimes

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta sexta-feira o primeiro Centro Especializado de Atenção e Apoio às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais do país.

Saúde

Prevent Senior assina acordo de conduta com Ministério Público de SP

O Plano de Saúde deverá suspender o uso de medicamentos ineficazes do chamado kit covid, vai ter que publicar em jornais e portais da internet que nunca fez qualquer pesquisa científica para comprovar a eficácia desses medicamentos e está proibido de alterar o código de diagnóstico de covid de pacientes que morreram em decorrência de problemas provocados pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Preço da carne no atacado cai, mas valor no varejo ainda continua alto

É que apesar das vendas estarem suspensas para a China, os produtores brasileiros tem guardado as carnes armazenadas em frigoríficos a espera de uma solução para o impasse. Ou seja, não aumentou a oferta do produto no mercado interno.

Baixar arquivo
Economia

Ministros das Comunicações dos Brics querem economia digital inclusiva

Os ministros das Comunicações dos cinco países do Brics assinaram uma declaração conjunta de cooperação internacional para estruturar uma economia digital inclusiva.

Baixar arquivo
Geral

Tanqueiros encerram greve em MG, SP e RJ

A paralisação dos tanqueiros, transportadores de combustíveis e derivados de petróleo, iniciada nessa quinta-feira (21) e encerrada hoje, afetou a distribuição de combustíveis em três estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo