Como ser mãe sem o abraço da família em tempos de Covid-19

Histórias da pandemia

Publicado em 10/05/2020 - 07:16 Por Anna Luisa Praser - Brasília

O puerpério - primeiros dias após o parto - é conhecido como um momento de transição e aprendizados a respeito da maternidade. Uma das características dessa jornada de autoconhecimento é que ela tende a ser solitária; nela, a mulher descobre novos limites, aprende novas linguagens, aguça os sentidos e aprimora instintos.

 

Essa metamorfose ganha um significado ainda mais intenso quando, em condições normais poderia contar com uma rede de apoio, mas em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus, a mulher se vê sozinha com um recém-nascido e precisa aprender a ser mãe da noite para o dia. 

 

É o que tem vivido a servidora pública Livia Godoy, mãe de primeira viagem de um nenê de 2 meses de idade. Ela relata que o isolamento social, somado a esse período de puerpério, trouxe à tona uma gama de sentimentos.

 

Sonora: "Ser mãe de primeira viagem já é difícil e, com isolamento social, mais difícil ainda..."

 

A inexperiência, o distanciamento social e a frustração de não estar vivendo a maternidade como era esperado mexe com todos os sentidos. É preciso ter paciência. Só o que uma mãe quer é um abraço da família e isso é justamente o que não se pode ter, nesse momento em que a pandemia não permite estar perto de quem a gente ama.

 

Sonora: "Ao longo dos dias foram chegando as notícias dos casos aqui, então tivemos que nos separar da família. Meus pais fizeram uma viagem e não pude interagir com eles..."

 

É preciso compreensão. O medo de que aconteça algo que ameace a saúde do bebê ou o deixe desamparado desequilibra qualquer mãe. 

 

Sonora: "Mas agora, com essa pandemia, ficar numa incerteza, e vai vivendo um dia de cada vez, sem saber como será o futuro. Ás vezes, é complicado com bebê pequeno, quando tem que sair pra fazer uma compra ou ir ao pediatra,..."

 

Então, se eu pudesse compartilhar com vocês, ouvintes, a breve experiência que ganhei enquanto mãe de quatro filhos, eu diria para quem convive com uma recém-mãe: tenha empatia. Não ter controle da situação traz preocupações e angústias.

 

E para as novas mães, mantenham a calma. Ninguém sabe de tudo sobre maternidade e, com certeza, jamais saberá. Tenham em mente que tudo passa e que você é a melhor mãe que seu filho poderia ter. Ao final de tudo, isso sairemos do outro lado mais unidas e bem mais fortes.

 

 

* Produção: Beatriz Evaristo

** Sonoplastia: Messias Melo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo