Junho Laranja: Sociedade Brasileira de Queimaduras alerta para acidentes em casa

Sociedade Brasileira de Queimaduras

Publicado em 31/05/2020 - 16:23 Por Gésio Passos - Brasília

A suspensão das aulas e o home-office, provocados pelo pandemia do novo coronavírus, aumentaram a convivência de pais e filhos dentro de casa. E com isso, acidentes domésticos cresceram, principalmente os que provocam queimaduras.

 

Para alertar a população sobre esse perigo, a Sociedade Brasileira de Queimaduras, a SBQ, lançou o “Junho Laranja”, campanha de prevenção contra queimaduras. O Lema É “Com Fogo Não Se Brinca”, e as ações terão como foco o público infantil, que é vítima de 40% desse tipo de acidentes.

 

A grande preocupação do médico José Adorno, presidente da SBQ, é com aumento das ocorrências provocado pela cultura do uso do álcool na limpeza doméstica. Os registros indicam que o número desses acidentes dobrou durante a pandemia. Um portaria da Anvisa permitiu a volta da comercialização durante a pandemia do álcool líquido a 70%, que antes era proibido. A utilização desse tipo de álcool, altamente inflável, traz mais preocupações para especialistas.

                                                                
A Sociedade Brasileira de Queimaduras reforça inclusive que álcool em gel também é inflamável, mas tem menor potencial de alastrar alguma queimadura pelo corpo como o álcool liquido. José Adorno orienta a usar o alcool apenas para as mãos quando estiver fora de casa. No ambiente doméstimo, deve-se lavar as mãos com água e sabão e usar para limpeza outros produtos, como a água sanitária.

 

Mas a preocupação das famílias não deve se restringir ao uso do álcool. Tomadas elétricas também devem ser vedadas, como forma de proteção para crianças. Além disso, líquidos e panelas quentes devem ser motivos de atenção redobrada dos pais na cozinha, evitando a presença de crianças durante a utilização de fogão. A administradora Fernanda Ferro, conta que há cinco anos, sua filha teve um acidente com um copo de leite quente, causando queimaduras pelo corpo.

 

Com o acidente, Fernanda afirma que as preocupações em casa passaram a ser redobradas, principalmente nesse período de pandemia. O médico José Adorno dá dicas sobre como prevenir acidentes com crianças em casa. A campanha “Junho Laranja” irá iluminar diversos prédios e monumentos públicos pelo país para sensibilizar a sociedade em torno de cuidados que possam evitar as queimaduras, que podem deixar sequelas permanentes nas vítimas.

                  
Em 2019, dados do Ministério da Saúde mostram que mais de 20 mil crianças foram vítimas de queimaduras no país.

Últimas notícias
Geral

Ministério da Justiça determina que Tik Tok remova conteúdo impróprio

O Ministério da Justiça determinou que a plataforma online Tik Tok remova conteúdos impróprios para menores de 18 anos no Brasil. O documento determina que a rede social tem 72 horas para cumprir a ordem.

Baixar arquivo
Justiça

ICMS combustíveis: Gilmar Mendes marca audiência de conciliação

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes marcou a audiência de conciliação para a próxima terça-feira, às 9h, com representantes dos estados e da União para discutir a tributação do ICMS, imposto que incide sobre combustíveis.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinação contra a gripe será ampliada em todo país a partir de sábado

Toda a população, com pelo menos seis meses de idade, pode procurar um posto de saúde para receber a vacina contra a gripe.

Baixar arquivo
Esportes

Rádio Nacional transmite dois jogos neste fim de semana

Neste sábado (25), a partir das 19h, o Flamengo encara o América-MG em busca da reabilitação e de ficar mais distante do Z4. Neste domingo (26) é a vez do Clássico Vovô. A partir das 16h tem Botafogo e Fluminense.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro confirma transmissão local da Varíola dos Macacos

Os pacientes são dois homens que não têm histórico de viagem internacional ou contato com estrangeiros. Eles estão sendo monitorados e encontram-se em isolamento domiciliar.

Baixar arquivo
Educação

Provas da 2ª etapa do Revalida ocorrem neste final de semana

O processo permite que candidatos que se formaram no exterior no curso de medicina validem o diploma no Brasil para poderem exercer a profissão por aqui.

Baixar arquivo