Cedae deve fazer plano para garantir água a regiões desabastecidas

Acordo foi firmado com MP e defensoria; problema já dura quase um mês

Publicado em 10/12/2020 - 17:22 Por Tatiana Alves - Rio de Janeiro

A Cedae, Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro, fechou um acordo com o Ministério Público e a Defensoria Pública que prevê o cumprimento de uma série de medidas pela concessionária para garantir o abastecimento regular à população. O compromisso, no momento em que muitos consumidores da Região Metropolitana caminham para completar um mês sem água, foi firmado durante audiência realizada nesta quarta-feira. A previsão é que abastecimento seja normalizado até o próximo dia 23.

Os termos foram resultado de negociações entre representantes do Judiciário e da Cedae, na ação movida pelo MP e a Defensoria Pública contra a companhia.

A Cedae também assumiu o compromisso de publicar em seu site, diariamente, informações referentes aos locais com problemas no fornecimento, enquanto não forem resolvidos os problemas na elevatória do Lameirão, apontada como uma das maiores estações de tratamento de água do mundo.

 Além disso, deverá anunciar, até sexta-feira, um plano de ação para reduzir os impactos na vida dos consumidores e garantir acesso a água potável de forma regular, através de carros pipa ou sistema de manobras para as áreas desabastecidas. Estão previstas multas diárias para o caso de descumprimento das cláusulas. 

Será criado um Comitê de Crise, composto por representantes da diretoria e técnicos da Cedae, da Universidade Federal Fluminense, Fundação Oswaldo Cruz, Defensoria, Ministério Público e Agenersa, a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado, para acompanhamento da execução do plano de ação. 

Os problemas de abastecimento de água na cidade do Rio e em Nilópolis, na Baixada Fluminense, acontecem desde novembro, devido a um reparo emergencial na Elevatória do Lameirão, que vem operando com 75% da sua capacidade.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Covid-19: vacina pesquisada em MG tem resposta positiva em camundongos

Pesquisa é desenvolvida por pesquisadores da Fiocruz e da Universidade Federal de Minas Gerais. Fase atual é de testes em macacos.

Baixar arquivo
Cultura

Museu Nacional do RJ inaugura mostra virtual sobre povos indígenas

A diversidade e a cultura dos povos indígenas poderão ser vistas em uma mostra virtual do Museu Nacional no Rio de Janeiro, por meio de painéis históricos, musicas, filmes e fotografias. A exposição Os Primeiros Brasileiros foi inaugurada nesta terça-feira.

Baixar arquivo
Política

Senado cria CPI da covid-19

Comissão investigará ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e também denúncias de desvios de recursos da União repassados a estados e municípios.

Baixar arquivo
Cultura

Lançado o "Mapeamento de Projetos Sociais Arte Toda Gente"

Foi lançado nesta terça-feira o Mapeamento de Projetos Sociais Arte de Toda Gente, uma parceria da Funarte-Fundação Nacional de Artes –  e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. As iniciativas são relacionadas com música,  artes, patrimônio, inclusão e acessibilidade.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Peixes aparecem em afluente do Rio Pinheiros, em SP, e causam surpresa

O governo do estado diz que a presença dos animais são resultado do programa de saneamento básico da região. Coordenador de ONG afirma, no entanto, que ainda falta muito para o rio ser considerado despoluído.

Baixar arquivo
Segurança

PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Três estados brasileiros e o Distrito Federal apontaram queda na criminalidade no mês passado. Para o membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia. Mas os secretários de segurança discordam.

Baixar arquivo