Compras virtuais crescem, mas é preciso cuidado com golpes

Procon do Rio criou lista com os golpes virtuais mais comuns

Publicado em 22/12/2020 - 19:13 Por Tatiana Alves - Rio de Janeiro

As compras pela internet cresceram durante a pandemia. Antes de fechar negócios, porém, é preciso ter atenção para não cair em golpes. Para ajudar o consumidor a se prevenir contra essas armadilhas, o Procon do Rio de Janeiro criou uma lista com os golpes virtuais mais comuns. O presidente da instituição, Cassio Coelho, fala da importância do material e alerta sobre um golpe em ascensão.

O golpe da selfie pede que o consumidor envie uma foto da identidade e outra da pessoa com o documento em mãos para emitir a nota fiscal. Daí, fraudadores se passam pelo cliente e informam à plataforma que já receberam a mercadoria, para que o dinheiro seja liberado. Resultado: o produto não chega nas mãos de quem fez a compra.

Outros golpes comuns são notificações falsas, que ao clicar, a pessoa insere seus dados de usuário e senha em uma página de login falsa, achando que estão acessando o site oficial de uma rede social.

Também tem as mensagens de mídias sociais que alegam a detecção de atividades suspeitas na conta ou que uma nova ferramenta foi adicionada, pedindo que o usuário insira login e senha para não ser bloqueado.

Ainda são feitas promessas de produtos grátis ou cupons de desconto que quando a vítima clica no link suspeito, ela é direcionada a um site que pede informações sobre a linha telefônica do usuário.

Para evitar essas ciladas, o Procon do Rio dá algumas dicas: desconfie sempre de ofertas muito vantajosas e de produtos milagrosos. Se for comprar em loja virtual e pagar via boleto bancário, observe o nome do beneficiário e o CNPJ. É que sites confiáveis nunca enviam boleto no qual o beneficiário seja uma pessoa física.

Ficou curioso em saber quais os 25 golpes mais comuns no mundo virtual? Então é só acessar: procon.rj.gov.br

Edição: Joana Lima

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Confira os resultados de quinta-feira (23) no futebol

Na Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA derrotou o Botafogo por 2 a 0. Na Copa Sul-Americana, o Athletico Paranaense foi até o Uruguai e venceu o Peñarol  por 2 a 1 na primeira partida das semifinais.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores descobrem vírus parecido com o da covid-19 em morcegos

Ele foi descoberto justamente durante uma pesquisa para tentar desvendar a origem do Sars-Cov-2, que se transformou na pior pandemia dos últimos tempos.

Baixar arquivo
Geral

SIMU: sistema une dados públicos sobre mobilidade urbana

O portal do Ministério do Desenvolvimento Regional, lançado nesta quinta-feira dentro da Semana Nacional de Mobilidade, une dados públicos de diversas fontes como o IBGE, Agência Nacional do Petróleo e Gás e Datasus.

Baixar arquivo
Política

Comissão da Câmara aprova substitutivo à PEC da Reforma Administrativa

Foram 28 votos favoráveis e 18 contrários. O texto retoma vários pontos da proposta encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional, em setembro do ano passado.

Baixar arquivo
Esportes

Brasil avança para quartas de final na Copa do Mundo de Futsal

Nas quartas de final, os brasileiros vão enfrentar a seleção de Marrocos, no próximo domingo (26), às 10h, horário de Brasília, na cidade de Vilnius, na Lituânia.

Baixar arquivo
Educação

Língua Brasileira de Sinais ainda é pouco difundida no Brasil

A Libras, Língua Brasileira de Sinais, reconhecida há 19 anos como meio legal de comunicação e expressão dos surdos, ainda é pouco difundida no país. Quem não convive diretamente com essa parcela da população dificilmente aprende Libras. 

Baixar arquivo