Dados do WhatsApp serão compartilhados com Facebook; regra gera temor

Mudança nos termos de uso do app gerou migração para concorrentes

Publicado em 12/01/2021 - 20:00 Por Gésio Passos - Brasília

Mudanças nos termos de uso do WhatsApp, que são as regras do aplicativo, assustaram muitos usuários de um dos serviços de mensagens mais usados no país.

O WhatsApp anunciou que dados pessoais dos usuários do aplicativo serão compartilhados com outras empresas do grupo Facebook, que adquiriu o programa em 2014.

Para usar o aplicativo, será obrigatório aceitar as mudanças. Caso contrário, o usuário terá que escolher outro programa de troca de mensagens. O WhatsApp ainda vai permitir ao usuário apagar a conta caso não aceite os termos.

As mudanças passam a valer a partir do dia 8 de fevereiro.

O jornalista Bruno Marinoni se espantou com as mudanças. Ele avalia se vai compensar continuar usando o WhatsApp.

Informações pessoais, como o número do telefone e atividades realizadas no aplicativo, além de formas de interação com outras pessoas e empresas, serão compartilhadas. Mas o conteúdo das conversas continua sendo sigiloso.

Christian Perrone, Coordenador da área de Direitos e Tecnologia do Instituto de Tecnologia e Sociedade, ITS Rio, afirma que o usuário tem que levar em consideração o risco do uso dos dados pela controladora do aplicativo.

Em nota, o WhatsApp informou que a mudança na política de privacidade foi para aumentar a transparência com o usuário, podendo oferecer mecanismos de comércio no aplicativo de forma segura.

O WhatsApp afirmou que a decisão não muda as práticas de compartilhamento de dados com o Facebook. E que permanece comprometido com a proteção da privacidade das pessoas.

Um dos aplicativos concorrentes do WhatsApp, o Signal, teve recorde de downloads na última semana e é uma das opções para quem quer usar outro mensageiro instantâneo. Existem outros programas que também são alternativas, como o Telegram, Librem Chat e o Wire.

Últimas notícias
Saúde

Pesquisa da UFAP estuda benefícios de plantas na saúde da mulher

Plantas medicinais usadas por comunidades tradicionais no tratamento de distúrbios menstruais e infecções ginecológicas podem contribuir como recursos alternativos complementares em prol da saúde da mulher. 

Baixar arquivo
Esportes

Abner Teixeira é eleito para Comissão de Atletas de Boxe

Abner Teixeira, medalhista olímpico na categoria mais de 91 quilos, foi eleito esta semana entre 26 candidatos de diversos países juntamente com mais 9 boxeadores.

Baixar arquivo
Cultura

Rádio Nacional celebra 64 anos com programa direto do Parque da Cidade

Em celebração aos 64 anos da Rádio Nacional de Brasília será realizado um programa direto do Parque da Cidade neste sábado, dia 28 de maio, três dias antes do aniversário da emissora.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

STF adia decisão sobre acordo coletivo no transporte

O Supremo Tribunal Federal adiou, nesta quinta-feira, a conclusão do julgamento que vai decidir se as convenções coletivas que tratam de direitos não previstos na Constituição prevalecem sobre as leis trabalhistas. 

Baixar arquivo
Justiça

PGR arquiva pedido de investigação contra Alexandre de Moraes

Na semana passada Bolsonaro entrou com a ação na PGR, que é semelhante à queixa-crime por abuso de autoridade protocolada no STF contra Moraes e rejeitada pelo ministro Dias Toffoli. 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de Saúde: ANS autoriza reajuste mais alto da história, 15,5%

A maioria dos diretores da ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar, decidiu que as operadoras de saúde podem reajustar o valor da mensalidade dos planos individuais e familiares em até 15,5%. Foram 4 votos a 1.

Baixar arquivo