Falta de água no Rio: afetados terão desconto por falha do Lameirão

Problema ocorreu no fim de 2020 e durou mais de um mês

Publicado em 19/02/2021 - 19:20 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

Consumidores da Cedae vão receber desconto de 25% sobre o valor das contas de água emitidas a partir de março. A medida visa compensar os transtornos causados à população, que enfrentou severos problemas de desabastecimento devido à redução da capacidade operacional da Elevatória do Lameirão nos meses de novembro e dezembro.

Segundo a companhia, o benefício será concedido sem que o cliente precise fazer a solicitação, e vale para residências que tenham ou não hidrômetro faturado pelo consumo mínimo.

A medida é fruto de acordo celebrado nesta sexta-feira pela Companhia de Águas e Esgotos com a Defensoria Pública e o Ministério Público do Rio de Janeiro, além da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Rio de Janeiro, mediado pela Procuradoria-Geral do Estado.

O acordo ainda prevê um investimento de R$ 34 milhões pela Cedae em equipamentos e obras na unidade do Lameirão, aumentando a segurança operacional.

Entre 15 de novembro e 21 de dezembro, a elevatória passou por manutenção, prejudicando o abastecimento em diversos bairros do Rio e também da Baixada Fluminense.

A Elevatória voltou a operar com total capacidade em 21 de dezembro, mas o fornecimento de água só foi normalizado dois dias depois. Segundo a Cedae, o cálculo para o desconto vai considerar o total de 38 dias e deve contemplar 154 mil residências efetivamente afetadas pela redução do abastecimento. O valor do desconto será discriminado na fatura.

A Companhia informou ainda que os consumidores que não receberem o desconto, mas que no período sentiram os efeitos do problema na elevatória, podem fazer uma solicitação para pleitear a redução de 25%. Para isso, será preciso enviar um requerimento formal pelo e-mail revisaodecontalameirao@cedae.com.br, com dados do imóvel, do titular da conta e cópia de documentos que possam comprovar os fatos, como notas fiscais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Covid-19: vacina pesquisada em MG tem resposta positiva em camundongos

Pesquisa é desenvolvida por pesquisadores da Fiocruz e da Universidade Federal de Minas Gerais. Fase atual é de testes em macacos.

Baixar arquivo
Cultura

Museu Nacional do RJ inaugura mostra virtual sobre povos indígenas

A diversidade e a cultura dos povos indígenas poderão ser vistas em uma mostra virtual do Museu Nacional no Rio de Janeiro, por meio de painéis históricos, musicas, filmes e fotografias. A exposição Os Primeiros Brasileiros foi inaugurada nesta terça-feira.

Baixar arquivo
Política

Senado cria CPI da covid-19

Comissão investigará ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e também denúncias de desvios de recursos da União repassados a estados e municípios.

Baixar arquivo
Cultura

Lançado o "Mapeamento de Projetos Sociais Arte Toda Gente"

Foi lançado nesta terça-feira o Mapeamento de Projetos Sociais Arte de Toda Gente, uma parceria da Funarte-Fundação Nacional de Artes –  e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. As iniciativas são relacionadas com música,  artes, patrimônio, inclusão e acessibilidade.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Peixes aparecem em afluente do Rio Pinheiros, em SP, e causam surpresa

O governo do estado diz que a presença dos animais são resultado do programa de saneamento básico da região. Coordenador de ONG afirma, no entanto, que ainda falta muito para o rio ser considerado despoluído.

Baixar arquivo
Segurança

PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Três estados brasileiros e o Distrito Federal apontaram queda na criminalidade no mês passado. Para o membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia. Mas os secretários de segurança discordam.

Baixar arquivo