Estados prorrogam medidas restritivas para conter alta da covid-19

Há ainda criação de auxílio emergencial estadual entre as iniciativas

Publicado em 26/03/2021 - 19:40 Por Lucas Pordeus León - Repórter a Rede Nacional - Brasília

Governos estaduais seguem tomando medidas restritivas para tentar conter a proliferação da covid-19. Em São Paulo, o governo anunciou a prorrogação da chamada fase emergencial até o dia 11 de abril. O decreto anterior perdia a validade no dia 30 deste mês.

O coordenador do centro de contingência do coronavírus paulista, Paulo Menezes, afirmou que o número de internados no estado por covid-19 está crescendo 2,2% ao dia. Antes do aumento das medidas restritivas esse índice estava em 2,9%.

O período a que o coordenador do centro de contingência do coronavírus em São Paulo se refere é o da fase emergencial de restrições, que proíbe, entre outras atividades, cultos religiosos e competições esportivas.

No Acre, o governador Gladson Cameli, do PP, adotou, a partir desta sexta-feira (26), um toque de recolher com proibição de circulação de pessoas das 22h às 5h. O chefe do executivo acreano não descartou a possibilidade de um lockdown caso a situação não melhore.

Ainda no Norte, o governo amapaense e as prefeituras do estado editaram decretos para prolongar as atuais medidas restritivas até o dia 31 de março. Segundo o governador Waldez Góes, do PDT, o comércio segue com funcionamento de forma escalonada, em horários distintos para os diferentes ramos.

No novo decreto, porém, o governo do Amapá volta a liberar o funcionamento de igrejas nos finais de semana.

No Sul do país, o governo gaúcho enviou à Câmara Legislativa, também nesta sexta-feira, uma proposta de auxílio emergencial de R$ 100 milhões para os trabalhadores e empresas do setor da alimentação, hotelaria e para mulheres chefes de família em situação de extrema pobreza. Segundo o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, do PSDB, outros R$ 30 milhões devem ser destinados para incentivos à cultura, esporte e assistência social.

Com o benefício, o governo gaúcho pretende atender, de forma direta, 96,4 mil pessoas. Lembrando que o legislativo ainda pode fazer alterações no projeto de auxílio emergencial.

Edição: Bianca Paiva/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo lança programa para facilitar transporte de cargas

presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que cria o programa e mais um decreto e duas medidas provisórias com as ações que fazem parte do Gigantes do Asfalto.

Baixar arquivo
Saúde

Motoristas e cobradores são vacinados contra covid em várias cidades

Motoristas e cobradores são uma das categorias mais afetadas pela pandemia do coronavírus. Um estudo do Dieese mostra que o desligamento de trabalhadores do setor de transportes em função de morte cresceu mais de 95% entre o primeiro trimestre de 2020 e o primeiro trimestre de 2021.

Baixar arquivo
Cultura

Perto dos 90 anos, Zuenir Ventura estreia série Depoimentos Cariocas

Vídeos sobre a memória da cidade do Rio de Janeiro, por meio do olhar de quem já contou tantas histórias sobre ela, são o tema da série “Depoimentos Cariocas”.

Baixar arquivo
Saúde

SP: motoristas e cobradores de ônibus começam a ser vacinados

Motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais do estado de São Paulo começaram a ser vacinados nesta terça-feira. Vão receber a vacina as pessoas com mais de 47 anos, e a previsão é imunizar 165 mil trabalhadores.

Baixar arquivo
Saúde

Câmara discute autorização do cultivo da maconha para uso medicinal

Agressão e bate-boca marcaram a discussão na Câmara dos Deputados sobre o projeto de lei que autoriza o cultivo da maconha para fins medicinais e a votação da medida foi adiada.

Baixar arquivo
Segurança

Golpe! Falsários enviam carta informando sobre supostas indenizações

Mais um golpe na praça. Tem gente se passando por representante do Ministério da Economia e enviando uma carta para contribuintes informando sobre supostas indenizações ou resgate de contribuições previdenciárias.

Baixar arquivo