Prefeitura e MP firmam cooperação contra ocupação irregular no Rio

Publicado em 21/06/2021 - 17:26 Por Lígia Souto, Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O Ministério Público Estadual e a Prefeitura do Rio de Janeiro assinaram, nesta segunda-feira, um termo de cooperação para reforçar o combate a um grave problema urbano, que vem provocando seguidas tragédias: as construções irregulares na capital fluminense.

A ideia, segundo o MP, é melhorar o fluxo de informações entre os órgãos e fornecer subsídios para a atuação no que se refere ao tema do ordenamento urbano.

O assunto voltou às manchetes após o desabamento de mais uma construção irregular, na comunidade de Rio das Pedras, na zona oeste carioca, no início do mês. Pai, de 30 anos, e filha, de apenas dois, morreram no desmoronamento.  A mãe, de 26 anos, foi resgatada com vida, depois de ficar horas sob os escombros.

A região é a mesma onde em abril de 2019, o desabamento de dois edifícios irregulares, deixou 24 mortos.

Durante a assinatura do termo, o prefeito Eduardo Paes voltou a dizer que vai continuar agindo para prevenir a expansão imobiliária  ilegal. Além de impedir novas construções, outro desafio que a prefeitura enfrenta diz respeito aos moradores que já ocupam áreas irregulares. Nesse sentido, Paes anunciou que encomendou à Geo-Rio - Fundação Instituto de Geotécnica do município - um estudo detalhado sobre as condições de moradia nas comunidades de Rio das Pedras e Muzema.

O Termo de Cooperação firmado terá a validade inicial de 60 meses, mas pode ser prorrogado. O documento, segundo o MP, destaca a importância da atuação conjunta entre os órgãos, diante da necessidade de garantir a ordem urbana, e para evitar danos decorrentes de invasões, ocupações desordenadas e obras irregulares.

A parceria também pretende assegurar o cumprimento da legislação urbanística, de forma a preservar os espaços coletivos, a propriedade e a cidade.

Edição: Vitória Elizabeth/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: DF começa a vacinar pessoas a partir dos 30 anos nesta terça

DF já registrou 57 casos da variante Delta. Mesmo assim, portaria do governo aumentou de 25% para 30% quantidade de público em eventos esportivos. 

Baixar arquivo
Política

No Alvorada, Jair Bolsonaro recebe o presidente de Portugal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, nesta segunda-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Eles reafirmaram parcerias econômicas e comerciais e reiteraram o compromisso mútuo de promover a recuperação das duas nações no contexto pós-pandemia.

Baixar arquivo
Educação

Programa Água nas Escolas pode construir 2 mil cisternas no Nordeste

Segundo o Ministério da Cidadania, o investimento inicial de R$ 60 milhões vai beneficiar mais de 100 mil alunos em mais de 350 municípios. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa Criança Protegida é lançado no Paraná

A iniciativa oferece aos estados formação e capacitação de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, para melhorar o atendimento e a assistência aos menores de idade que tiverem os direitos violados.

Baixar arquivo
Segurança

Caso Marielle Franco: MP do Rio pede aumento de pena para Ronnie Lessa

Segundo a denúncia do Ministério Público, Lessa e outros quatro denunciados atuaram para impedir e embaraçar a investigação sobre os homicídios ocorridos em março de 2018.

Baixar arquivo
Política

Rede Nacional: Ministro Fábio Faria detalha privatização dos Correios

O ministro Fábio Faria destacou que o primeiro ponto do projeto de privatização dos Correios trata da universalização dos serviços postais, e deu detalhes sobre os estudos que orientaram o texto que será votado no Congresso.

Baixar arquivo