Brasileiros movimentam aeroportos e rodoviárias neste feriado

Ponto facultativo segunda-feira (11) prolongou o período de viagem

Publicado em 09/10/2021 - 11:45 Por Victor Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - De Brasília

Com o avanço da vacinação contra a covid-19, muitos brasileiros decidiram viajar no feriadão de 12 de outubro, para aproveitar que segunda-feira, dia 11, é ponto facultativo em todo o país.

O aeroporto de Belém, no Pará, que normalmente já é o mais movimentado da Região Norte, fica ainda mais cheio nessa época de Círio de Nazaré. De acordo com a Infraero, 328 voos vão passar pelo Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro, transportando quase 45 mil pessoas. Essa quantidade é 25% maior que a do 12 de outubro do ano passado.

Recife tem o terminal aéreo mais movimentado da Região Nordeste. A previsão da concessionária é que, de amanhã até terça, 136 mil passageiros embarquem ou desembarquem no Aeroporto de Guararapes - Gilberto Freyre. São mais de 800 voos previstos para este feriadão.

No aeroporto de Porto Alegre, o maior da Região Sul, a concessionária que administra o terminal espera receber 13 mil passageiros por dia, de hoje até terça-feira. Não existe previsão de voos extras partindo do Aeroporto Salgado Filho.

Em Brasília, 190 mil passageiros devem passar pelo aeroporto, até quarta-feira. Mais de 1.400 voos estão programados para esse período, sendo 10 extras. O fluxo de pessoas promete ser 5% maior que o registrado no 7 de setembro. Os destinos mais procurados são as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza e Salvador. O Aeroporto Juscelino Kubitschek é o maior centro de conexões de voos do país. Quase 45% dos passageiros no Brasil passam pela capital do país.

Já na Rodoviária Interestadual de Brasília, a expectativa é que, também de hoje até quarta-feira, mais de 37 mil pessoas embarquem e desembarquem no terminal. As empresas de ônibus já incluíram 45 veículos extras e esse número pode aumentar. Os destinos mais procurados são as cidades de São Paulo e Aparecida do Norte, em São Paulo; Goiânia; Unaí, em Minas Gerais, e Irecê, na Bahia. A concessionária que administra a rodoviária afirmou que o movimento ainda está 20% abaixo daquele registrado antes da pandemia de covid-19.

É importante lembrar que, antes de viajar, é preciso saber as regras sanitárias na cidade para onde a pessoa vai.

Além dos documentos de identidade e da autorização para viajar com menores de idade, algumas cidades e estados estão cobrando comprovante de vacinação para acessar locais como bares, restaurantes e shoppings. Para viajar, é preciso usar máscara. Nos terminais, é necessário manter distanciamento dos outros passageiros. Na rodoviária é preciso chegar com pelo menos meia hora de antecedência. No aeroporto, é melhor chegar duas horas antes dos voos domésticos e três horas antes dos internacionais.

Edição: Bianca Paiva/Fabíola Sinimbú

Últimas notícias
Educação

Piso salarial dos professores aumenta 33% e passa para R$ 3.845

O piso salarial dos professores da rede pública vai passar de R$ 2.886 para R$ 3.845, um aumento de 33,24%. Esse é o valor mínimo que o profissional deve receber no país.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mais de 1.600 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em 2021

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (27), o Ministério Público do Trabalho informou que recebeu 1.415 denúncias de trabalho escravo, aliciamento e tráfico de trabalhadores no ano passado, número 70% maior que em 2020.  

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Rio de Janeiro registra 40ºC nesta quinta-feira (27)

Para os próximos dias a previsão é que as temperaturas fiquem um pouco mais amenas devido a chegada de uma frente fria, nesta sexta-feira (28).

Baixar arquivo
Esportes

Campeão paulista, São Paulo inicia defesa de título contra Guarani

Tricolor deve promover as estreias de boa parte dos reforços de 2022

 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: 13% do esperado para faixa de 5 a 11 anos foi vacinada no Rio

Até esta quinta-feira (27), pouco mais de 72 mil crianças entre 5 e 11 anos foram vacinadas contra a covid, bem abaixo da expectativa da prefeitura em alcançar pelo menos 90% de imunização. Os dados são do Painel Rio Covid-19.

Baixar arquivo