Decretos que restringem ação de órgãos ambientais devem ser revogados

Publicado em 01/12/2022 - 07:30 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Decretos que restringem a ação de órgãos ambientais, como as normas que impedem a aplicação de multas, devem ser revogados pelo novo governo.

A indicação é do ex-ministro Carlos Minc, membro do grupo técnico de meio ambiente do grupo de Transição do governo. Ele também apontou possibilidade de embargar, por meio de satélites, áreas onde esteja ocorrendo desmatamento.

A ex-ministra do meio ambiente Izabella Teixeira destacou a consolidação de uma nova fronteira de grilagem em rodovias no Acre.

Os dados de desmatamento divulgados nesta quarta-feira pelo Inpe foram comentados. Entre agosto de 2021 e julho de 2022, foram derrubados mais de 11.500 km2 de floresta da Amazônia.

Apesar da redução de 11% em relação ao ano anterior, os membros do grupo de transião destacaram que o governo termina com mais de 45 mil km2 desmatados em 4 anos.
 

Últimas notícias
Economia

Empregos com carteira assinada tiveram saldo positivo em outubro

De acordo com o Novo Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, foram 1.941.281 admissões contra 1.750.915 desligamentos em outubro. Os números foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego nesta terça-feira (28).

Baixar arquivo
Economia

Governo Central teve superávit primário R$ 18,3 bilhões em outubro

O resultado foi divulgado nesta terça-feira (28) pelo Ministério da Fazenda. O Governo Central reúne as contas do Tesouro Nacional, do Banco Central e da Previdência Social.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

BNDES financia projetos de restauração ecológica com espécies nativas

Oito projetos vão receber R$ 47,3 milhões para recuperar mangues e áreas costeiras, das regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil. O valor faz parte da primeira seleção da iniciativa Floresta Viva, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e da Petrobras. 

Baixar arquivo
Geral

Moradores de 27 municípios de SC podem fazer o saque calamidade

Moradores de 27 municípios de Santa Catarina estão autorizados a fazer o saque calamidade do FGTS após as chuvas de outubro e novembro. No saque calamidade, o trabalhador consegue retirar até R$ 6.220 da conta do FGTS.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Em um ano, desmatamento cresce 3% no Cerrado e devasta 11 mil km

Os dados são do Prodes e foram divulgados nesta terça-feira (28) pelo Ministério do Meio Ambiente. Mais de 60% desse desmatamento foi em áreas particulares. 

Baixar arquivo
Saúde

Mulheres ganham direito a um acompanhante durante consultas médicas

A partir de agora, todas as mulheres passam a ter direito a um acompanhante durante as consultas médicas, exames e procedimentos que forem realizados em unidades de saúde, tanto públicas quanto privadas.

Baixar arquivo