Polícia Civil do Rio investiga se médicos foram mortos por engano

Publicado em 06/10/2023 - 12:22 Por Carolina Pessôa - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a hipótese de que os três médicos assassinados nesta quinta-feira (5) tenham sido mortos por engano.

Investigações preliminares apontam que os assassinos podem ter confundido uma das vítimas com um rival. Os suspeitos seriam integrantes de um grupo narcomiliciano que atua na comunidade da Gardênia Azul, que fica próximo à Barra da Tijuca, onde os médicos foram baleados.

A polícia acredita ainda que o engano e a grande repercussão do caso, desagradaram as lideranças do Comando Vermelho que teriam então ordenado a morte dos assassinos dos médicos. Essa hipótese foi levantada depois que a Polícia Civil encontrou, na madrugada desta sexta-feira (6), os corpos de quatro pessoas, em dois carros. Dois deles foram identificados como suspeitos de envolvimento com os assassinatos dos médicos. Outros dois ainda não foram identificados.

Os três médicos mortos são Perceu Ribeiro, Marcos Corsato e Diego Bonfim, que é irmão da deputada federal Sâmia Bonfim e cunhado do deputado federal Glauber Braga. Por causa desse parentesco a Polícia Federal está auxiliando a Polícia Civil do Rio de Janeiro nas investigações.

 

Edição: Rádio Nacional/ Marizete Cardoso

Últimas notícias
Eleições 2020

Barco com corpos à deriva é encontrado no litoral do Pará

O inquérito está sob a responsabilidade da Polícia Federal no Pará que enviou equipes para a região.  

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério da Saúde inicia Mês de Vacinação dos Povos Indígenas

O Ministério da Saúde inicia neste sábado, 13, o mês de vacinação dos povos indígenas. A proposta é intensificar a imunização em territórios indígenas, ampliando a cobertura vacinal, sobretudo em áreas de difícil acesso.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério dos Esportes condena atos de racismo a alunos do DF

O Ministério dos Esportes condenou, neste sábado, os ataques racistas sofridos por estudantes no Distrito Federal. Alunos foram chamados de “macaco”, “filho de empregada” e “pobrinho” durante uma partida de futebol de salão entre colégios de Brasília. O caso aconteceu em três de abril e veio à tona, nesta semana.

Baixar arquivo
Internacional

Lula visitará Colômbia para fortalecer laços comerciais

A Colômbia é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo garante amparo a gestantes em cargos públicos provisórios

Mulheres que trabalham na administração pública em cargo em comissão ou são contratadas por tempo determinado têm garantido o direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória.

Baixar arquivo
Geral

Inmet alerta para risco de chuvas intensas pelo Brasil

A previsão é de acumulados de chuva variando entre 30 e 60 milímetros por hora ou entre 50 e 100 milímetros por dia,

Baixar arquivo