Saiba como fazer a autorização eletrônica de doação de órgãos

Publicado em 02/04/2024 - 20:25 Por Oussama El Ghaouri - repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quem quiser ser doador de órgãos, vai poder, a partir de agora, registrar de forma oficial essa vontade num documento digital.

A Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos, a AÊDO, pode ser feita em qualquer um dos mais de 8 mil cartórios de notas do país.

A novidade foi apresentada nesta terça-feira (2) pelo Conselho Nacional de Justiça em parceria com o Colégio Notarial do Brasil e o Ministério da Saúde.

O documento digital pode ser preenchido de forma gratuita no site aêdo.org.br ou no aplicativo e-notariado; escreve assim: e hífen notariado.

Lá, a pessoa escolhe qual órgão deseja doar, como medula, intestino, rim, pulmão, fígado, córnea, coração ou até todos.

Esse formulário eletrônico, então, é recebido pelo cartório de notas selecionado pelo interessado em doar.

Depois, o representante do cartório faz uma videoconferência com o doador pra identificá-lo e registrar, oficialmente, a vontade dele.

Feito isso, os dois assinam digitalmente a Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos, passando a valer juridicamente a vontade do doador.

Como explicou o presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro Luís Roberto Barroso.

Hoje, pela lei, quem autoriza a doação em caso de morte cerebral é a família da pessoa que morreu.

Só que ela precisava saber da intenção do parente morto em doar os órgãos ou os tecidos.

Agora, com o registro eletrônico no cartório, os profissionais da Saúde podem comprovar à família o desejo da pessoa morta em doar órgãos.

Segundo o Ministério da Saúde, hoje, no Brasil, 60 mil pessoas aguardam na fila do transplante de órgãos.

E no ano passado, três mil morreram pela falta de doação de órgãos.

Para a ministra da Saúde, Nísia Trindade, Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos pode ajudar a mudar essa realidade.

Então, lembrando, a sua vontade espontânea de doar órgãos pode ser registrada oficialmente no aplicativo e-notariado ou no site no site aedo.org.br .  

Edição: Bianca Paiva / Liliane Farias

Últimas notícias
Saúde

Anvisa decide pela proibição da venda de cigarros eletrônicos

De acordo com a Anvisa, estudos científicos mostram que os cigarros eletrônicos podem conter nicotina e liberam substâncias cancerígenas e tóxicas. Além disso, os dispositivos não são mais seguros que os cigarros convencionais.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro será sede do Museu da Democracia

O Museu vai funcionar no prédio do atual Centro Cultural do Tribunal Superior Eleitoral, no centro da cidade. A concepção será feita pela Fundação Getúlio Vargas.

Baixar arquivo
Internacional

Entenda os riscos no conflito entre Israel e Irã

Ministério das Relações Exteriores do Brasil acompanha, com grave preocupação, episódios da escalada de tensões entre o Irã e Israel. 

Baixar arquivo
Geral

Greve: governo apresenta proposta de aumento salarial

Governo propõe aumento de 9% em janeiro de 2025 e mais 3,5% em maio de 2026. Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica diz que a proposta está aquém do pedido pelos servidores e que a orientação é seguir a greve.

Baixar arquivo
Cultura

Brô Mc's, primeiro grupo de rap indígena, resgata cultura ancestral

O primeiro grupo de rap indígena a criar letras e cantar músicas na pegada do hip hop nasceu há 15 anos, em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Baixar arquivo
Cultura

RJ: exposição marca a Década Internacional das Línguas Indígenas

Uma imersão na língua dos povos indígenas, com sua história, memória e realidade atual. Essa é a temática da exposição “Nhe’ẽ Porã: memória e transformação”, no Museu de Arte do Rio. 

Baixar arquivo