MPRJ denuncia bombeiro que atropelou ciclista por homicídio culposo

Polícia Civil considerou o caso como homicídio com dolo eventual

Publicado em 20/01/2021 - 14:31 Por Raquel Júnia - Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, o bombeiro militar João Maurício Passos pelo atropelamento e morte do ciclista Cláudio Leite da Silva, na madrugada do dia 11 de janeiro, na zona oeste do Rio.

A conclusão do MPRJ difere, no entanto, da Polícia Civil, que considerou o caso homicídio com dolo eventual, ou seja, quando o autor assume o risco de causar a morte.

Depois do atropelamento, em uma das principais vias da Barra da Tijuca, o bombeiro não prestou socorro, abandonou o veículo e fugiu a pé após colidir novamente alguns metros a frente.

O Ministério Público também destacou que João Maurício dirigia alcoolizado, conforme demostram imagens feitas instantes antes em um posto de gasolina próximo ao local do atropelamento e, ainda, que deixou de prestar socorro à vítima. A denúncia destaca ainda que ele não solicitou auxílio para que fosse prestado socorro e que o ciclista pedalava de forma correta, na sua mão de direção.

A pena prevista para este tipo de crime no Código de Trânsito Brasileiro é de dois a quatro anos de detenção, mas com a possibilidade de agravamento se o agente deixar de prestar socorro e também no caso de o condutor estar alcoolizado ou sob a efeito de outra substância psicoativa, situações nas quais se enquadram João Maurício.

No ultimo dia 16, uma manifestação homenageou o ciclista, cobrou justiça para o caso e fim da violência no trânsito. Mais de 500 ciclistas fizeram o mesmo trajeto que Cláudio percorreu no dia em que foi atropelado.

Nas redes sociais, diversos grupos de ciclistas criticaram a denúncia do MPRJ por considerar que o bombeiro militar deveria ser indiciado por não prestar socorro ter assumido o risco de matar o ciclista.

Últimas notícias
Direitos Humanos

Corpo de Dom Phillips é velado em Niterói, no Rio de Janeiro

Durante o velório, um pronunciamento foi lido pela irmã do jornalista. Sian Phillips destacou os motivos que levaram Dom a ser assassinado e selou um compromisso de continuar o trabalho dele.

Baixar arquivo
Saúde

Navio hospitalar atenderá comunidades ribeirinhas do Pantanal

Até o dia 3 de julho, o Navio de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano vai percorrer os 520 quilômetros no trecho sul do Rio Paraguai para atendimentos médicos e odontológicos.

Baixar arquivo
Educação

Covid: Fiocruz reafirma importância de manter aulas presenciais

A Fundação Oswaldo Cruz enfatiza que é necessário ter disponibilidade de testes para covid-19 na comunidade escolar e recomenda que seja dada prioridade à vacinação com doses de reforço aos trabalhadores da educação.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio Nacional

Não é possível contar a história do rádio no Brasil, sem mencionar a Rádio Nacional. Entre os anos 1940 e 1950, a emissora foi responsável por inesquecíveis programas, formatos e profissionais de nosso rádio.

Baixar arquivo
Geral

Acidente com avião de pequeno porte deixa três mortos em SP

Um avião de pequeno porte caiu em Salto do Pirapora no interior de São Paulo. Depois da queda, a aeronave pegou fogo. Três pessoas morreram no acidente. O piloto, a esposa e uma funcionária do casal. O corpo de bombeiros foi acionado pouco antes do meio-dia e trabalhou no resgate. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Multas ambientais são convertidas em insumos para proteção de animais

São equipamentos como mesa de atendimento veterinário, ultrassonografia, terapia a laser e a construção de recintos de voo, utilizados para tratamento e reabilitação dos animais.

Baixar arquivo