Protesto de torcedores marca dia de tragédia no Ninho do Urubu, no Rio

Pedido é que Flamengo nunca mais jogue no dia 8 de fevereiro

Publicado em 08/02/2021 - 13:09 Por Raquel Junia - Rio de Janeiro

A entrada do Centro de Treinamento do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu, na zona oeste do Rio, amanheceu nesta segunda-feira com estrelas douradas pintadas no chão. Em número de 10, cada uma delas lembrou os adolescentes que morreram vítimas do incêndio há dois anos.

O protesto-homenagem foi feito pelo coletivo de torcedores Gazela Negra, que levantou também uma faixa com uma reivindicação: que o clube nunca mais jogue no dia 8 de fevereiro, data para lembrar que uma tragédia como essa não pode se repetir.

Os jovens Athila Paixão; Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas; Bernardo Pisetta; Christian Esmério; Gedson Santos; Jorge Eduardo Santos; Pablo Henrique da Silva Matos; Rykelmo de Souza Vianna; Samuel Thomas Rosa e Vitor Isaías, com idades entre 14 e 16 anos, eram das categorias de base do clube e estavam alojados em conteiners, no Centro de Treinamento George Helal.

Eles não conseguiram escapar do fogo que atingiu a estrutura, na noite de 8 de fevereiro de 2019. Outros três adolescentes ficaram feridos no incêndio. Um dos integrantes do Gazela Negra, Rodrigo Baptista, explicou que o grupo reúne torcedores negros de todo o país e que a morte dos adolescentes, a maioria negros, tem que servir de alerta para todos os clubes de futebol.

No ultimo dia 19 de janeiro, a Justiça do Rio recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra 11 acusados da tragédia, entre dirigentes do Flamengo e representantes de empresas que prestaram serviço para o clube. Todos vão responder pelo crime de incêndio culposo qualificado.

A defensoria pública e o MP também tentam na justiça que o clube pague danos morais coletivos e uma pensão mensal de R$10 mil para as famílias dos jogadores. O Flamengo  recorreu.

A defensora Patrícia Cardoso, coordenadora cívil da Defensoria, afirma que falta transparência nesses acordos firmados pelo Clube com as famílias dos jogadores e lamenta a resistência e falta de sensibilidade do Flamengo.

Por meio da assessoria de imprensa, o Flamengo informou que já fechou acordos com quase todas as famílias dos jovens que morreram no incêndio. Uma família e a mãe de um dos adolescentes ainda não aceitaram a indenização proposta. O clube ressaltou que os valores e os termos dos acordos são sigilosos e espera fechar todas as indenizações o mais rápido possível.

Edição: Joana Lima

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

IBGE: inflação da indústria tem alta de 1,31% em junho

Com o resultado, o acumulado no ano atingiu 19,11%, maior patamar para o período de toda a série histórica, iniciada em 2014. A alta acumulada em 12 meses também foi recorde: 36,81%.

Baixar arquivo
Saúde

Covid: grávidas e puérperas em Pernambuco receberão 2ª dose da Pfizer

A recomendação partiu do Ministério da Saúde e foi confirmada pelo Comitê Técnico para Vacinação do estado.

Baixar arquivo
Saúde

Pfizer deve entregar 2 milhões de vacinas nesta semana

Ontem mais 1 milhão de doses chegaram no aeroporto de Campinas, em São Paulo. Com esse lote, a farmacêutica já entregou ao Plano Nacional de Vacinação (PNI) mais de 24 milhões das 200 milhões de doses.

Baixar arquivo
Geral

Massa de ar frio pode provocar até registro de neve no país

Apenas a região Nordeste não está na rota da massa de ar frio. Frente fria vai despencar as temperaturas em grande parte do país, provocando chuvas, geadas, temperaturas negativas e até um possível registro de neve.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Projeto Baleia Jubarte protege animais e promove turismo na Bahia

De julho a novembro, as baleias jubarte podem ser vistas no litoral da Bahia. Chegam para a reprodução.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Prefeitura do Rio retoma vacinação da primeira dose

Aplicação da vacina estava suspensa desde a última sexta-feira por falta de estoques.

Baixar arquivo