Inquérito vai investigar se servidores de MG furaram fila da vacina

Publicado em 09/03/2021 - 20:51 Por Gésio Passos - Brasília

O Ministério Público de Minas Gerais vai abrir inquérito civil para apurar a suspeita de fura-fila da vacinação contra a covid-19 por servidores da Secretaria de Saúde do Estado. O secretário estadual de Saúde de Minas, Carlos Eduardo Amaral, de 51 anos, que também teria sido vacinado.
Em nota, a Secretaria de Saúde informou que a vacinação ocorreu por decisão da Comissão Intergestores do SUS do estado, que decidiu em fevereiro pela imunização de trabalhadores das Secretarias Municipais de Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e órgãos estaduais de saúde.
A pasta afirmou que vacinou servidores que atuam no processo de distribuição de vacinas, que necessitam ir a trabalho de campo, e aqueles que executam atividades presenciais.
A Secretaria de Saúde ainda afirmou que esses servidores, desde o início da pandemia, estão atuando no enfrentamento direto à covid-19, trazendo informações para municiar a atuação do Estado e esclarecer a sociedade. Também seriam responsáveis pelo gerenciamento de insumos e equipamentos para garantir o atendimento da população.
Minas Gerais tem 928 mil contaminados e 19.605 mortos pela covid-19. Já se vacinaram com a primeira dose da vacina 700 mil mineiros. O estado tem a população de 21 milhões de pessoas.
Nesta terça-feira (9), os municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte adotaram medidas mais rígidas para combater a transmissão do novo coronavírus, como toque de recolher entre 20h e 5h, e a  proibição de eventos públicos e privados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Câmara discute autorização do cultivo da maconha para uso medicinal

Agressão e bate-boca marcaram a discussão na Câmara dos Deputados sobre o projeto de lei que autoriza o cultivo da maconha para fins medicinais e a votação da medida foi adiada.

Baixar arquivo
Segurança

Golpe! Falsários enviam carta informando sobre supostas indenizações

Mais um golpe na praça. Tem gente se passando por representante do Ministério da Economia e enviando uma carta para contribuintes informando sobre supostas indenizações ou resgate de contribuições previdenciárias.

Baixar arquivo
Internacional

Consulado do Japão oferece 6 tipos de bolsas de estudo a brasileiros

As oportunidades são para cursos de graduação com duração de 5 anos; escola técnica com previsão de formação em 4 anos e cursos profissionalizantes com duração de 3 anos.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio vacina pessoas a partir de 41 anos com comorbidades

A partir desta semana, a Prefeitura do Rio de Janeiro passa a vacinar duas faixas etárias por dia contra a covid-19. A imunização será para quem tem 42 e 41anos e tem comorbidades. Profissionais de saúde também devem procurar os postos de vacinação de acordo com a idade.

Baixar arquivo
Cultura

RJ: Palacete do Museu Histórico da Cidade reabre após dez anos fechado

Depois de uma década fechado, o Palacete do Museu Histórico da Cidade, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, foi reaberto nesta terça-feira (18), que comemora o Dia Internacional dos Museus.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Intérpretes de línguas indígenas podem atuar na justiça de Tocantins

Profissionais intérpretes de línguas indígenas e peritos antropólogos podem se credenciar para ajudar no atendimento de indígenas acusados ou condenados por crimes no estado do Tocantins.

Baixar arquivo