Forças Armadas vão prorrogar permanência na Amazônia Legal

Publicado em 24/08/2021 - 21:32 Por Victor Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

As Forças Armadas vão prorrogar o prazo de permanência na região da Amazônia Legal. Inicialmente, a Operação de Garantia da Lei e da Ordem estava prevista para ocorrer do dia 28 de junho até 31 de agosto, em 26 municípios nos estados de Amazonas, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

O anúncio da renovação da operação de “GLO Samaúma” foi feito pelo vice-presidente Hamilton Mourão, durante a 6ª reunião do Conselho Nacional da Amazônia Legal. Mourão avaliou que a presença dos militares é fundamental neste período em que se intensificam os casos de desmatamento e de incêndios florestais.

Na reunião, o presidente do Conselho da Amazônia, Hamilton Mourão, apresentou o Plano Nossa Amazônia, com propostas de ação do governo em cinco eixos considerados prioritários, como o incentivo a inovação tecnológica e a bioeconomia na região; o ordenamento territorial para resolver a questão fundiária; e o combate aos crimes ambientais, com o fortalecimento da estrutura de fiscalização e repressão.

Mourão afirmou que, depois da cúpula do clima organizada pelo presidente dos Estados Unidos Joe Biden, o governo federal liberou mais de R$ 270 milhões para o Ministério do Meio Ambiente. Além desses recursos, Hamilton Mourão informou que o Ibama e o ICMBio devem contratar mais de 700 servidores públicos por meio de concurso.

O Plano Nossa Amazônia será encaminhado aos ministérios que compõem o Conselho Nacional da Amazônia Legal. Nesta reunião, 16 ministérios estavam presentes. As pastas terão 30 dias para analisar as propostas e sugerir mudanças. Depois, o plano vai entrar em vigor.

O próximo compromisso do Conselho da Amazônia será uma viagem com embaixadores para a Amazônia Oriental. A expedição está prevista para ocorrer nos dias 8, 9 e 10 de setembro.

Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Geral

Cryptolavagem: Gaeco apreende R$ 48 mil em casa de vereador do Rio

Na ponta das investigações pelo crime de lavagem de dinheiro também estão Glaidson Acácio dos Santos,  conhecido como Faraó do Bitcoin, e Carlos Alexandre da Silva

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz avalia que vitamina B12 pode atenuar inflamação da covid

No entanto, ainda são necessários estudos clínicos antes que a B12 possa ser usada com segurança no tratamento dos pacientes infectados pelo coronavírus e também que a vitamina não terá efeitos na prevenção da doença

Baixar arquivo
Geral

Conselho de Administração da Petrobras tem novo presidente

Gileno Gurjão Barreto,  presidente do Serpro, Serviço Federal de Processamento de Dados, assume o cargo

Baixar arquivo
Internacional

Itamaraty apresenta candidato brasileiro ao Tribunal de Haia

O Itamaraty apresentou a embaixadores o professor de direito internacional de UFMG Leonardo Caldeira Brant, que foi escolhido para a vaga na corte das Nações Unidas.

Baixar arquivo
Justiça

Tribunal Regional Federal da 6ª Região é instalado em Belo Horizonte

A nova corte ficará responsável por julgar os processos em segunda instância que tenham origem em Minas Gerais.

Baixar arquivo
Política

TSE suspende repasse de recursos para campanha de Roberto Jefferson

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, o candidato está inelegível até 24 de dezembro de 2023, porque foi condenado no processo do mensalão. Ele se candidatou à Presidência da República pelo PTB.

Baixar arquivo