Pesquisadores da PB estudam repelente natural contra o Aedes aegypti

Projeto envolve escolas e postos de saúde no cultivo e produção

Publicado em sábado, 21 Novembro, 2020 - 15:30 Por Gésio Passos - Brasília

Um projeto de pesquisadores brasileiros estuda formas naturais para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e a chikungunya. É o ZIKA UEPB, projeto da Universidade Estadual da Paraíba.

Inicialmente, foram implementados três laboratórios vivos em escolas e postos de saúde, com cultivo de diversas espécies de plantas quem repelem o mosquito. Esses laboratórios produziam mudas para distribuição na comunidade e até hortaliças para as escolas.

O engenheiro agrônomo e professor da UEPB, Walter Vasconcelos, que participa do projeto, explica que a proposta envolve toda a comunidade na produção do repelente natural.           

Na fase atual, o projeto prevê uma série de oficinas para produção do repelente natural, feito à base de citronela. A primeira aconteceu na Escola Municipal José Mariano, na cidade de Junco do Seridó.

O professor Walter Vasconcelos afirma que a proposta busca uma solução barata e acessível para a população.

O próximo passo é ampliar os estudos científicos para atestar a eficácia do repelente natura, como explica Vasconcelosl.

O projeto é uma parceria de diversos departamentos da UEPB com instituições como a Fiocruz, a Universidade Federal de Campina Grande e o Instituto Nacional do Semiárido, em um esforço de desenvolver tecnologias sociais, saúde pública e a educação.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Rio tem estado de calamidade aprovado por Assembleia Legislativa

Medida foi tomada em função da pandemia e vale até 1º de julho. Além da calamidade pública estadual, os deputados também ampliarão a vigência da medida em 10 municípios fluminenses até 31 de dezembro. O novo decreto legislativo altera lei aprovada no ano passado devido a situação de emergência sanitária.

Baixar arquivo
Política

Governo entrega à Câmara projeto da privatização dos Correios

Ideia é que o setor tenha investimento privado por meio de concessão. A proposta também prevê que a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, atue como agência reguladora dos serviços postais.

Baixar arquivo
Esportes

Brasiliense conquista título inédito e é campeão da Copa Verde

Time de Brasília venceu o Remo, do Pará, nos pênaltis. Com isso, o Jacaré tem vaga assegurada na terceira fase da Copa do Brasil deste ano. Ouça, ainda, com Astrid Nick, o resultado da competição feminina de futebol She Believes Cup, a proibição de jogos na Bahia após a partida de Bahia e Santos pelo Brasileiro hoje (25) e o jogo que foi interrompido por causa de uma troca de pilhas.

Baixar arquivo
Geral

Presidente faz sobrevoo no Acre e anuncia medidas para áreas atingidas

Como parte da ajuda do Governo Federal o ministério da Saúde entregou mais de 22 mil doses de vacina ao governo local, para ampliar as estratégias de controle do coronavírus. Já a Caixa Econômica Federal vai fazer uma pausa na cobrança do pagamento de crédito e deve liberar o FGTS para a população de 10 municípios em estado de calamidade pública.

Baixar arquivo
Saúde

Governador do DF ameaça fechar fronteira com Goiás

Ibaneis afirma que Caiado estaria “negligenciando” pacientes e transferindo os cuidados de sua população ao DF. 

Baixar arquivo
Política

Escolhidos relatores dos casos Daniel Silveira e Flordelis

Os processos por quebra de decoro parlamentar de ambos deputados foram instaurados na terça-feira (23).  Nos dois casos pode ser recomendada a perda do mandato, que ainda precisaria passar votação no plenário.

Baixar arquivo