Sérgio Moro retira sigilo de depoimento de Palocci dado em abril à Polícia Federal

Justiça

Publicado em 01/10/2018 - 21:50 Por Kariane Costa - Brasília

Em depoimento à Policia Federal em abril, o ex-ministro Antônio Palocci afirmou que as duas últimas eleições da ex-presidente Dilma Rousseff do PT foram financiadas por caixa 2.

 

Ele disse que os gastos com a campanha para o Partido dos Trabalhadores chegaram a 1 bilhão e 400 milhões de reais. Valores diferentes dos apresentados pelo PT ao TSE, pouco mais de meio bilhão de reais.

 

Palocci disse também que dentro da Petrobras funcionava o loteamento de cargos em troca de propina e apoio político para bancar essas campanhas e que houve negociações frequentes de emendas legislativas.

 

Ele sustenta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o mediador dessas negociações e que houve desonestidade em toda a estrutura do PT.

 

Ainda segundo Palocci, Lula tinha conhecimento das irregularidades envolvendo os diretores da Petrobras e chegou a questionar o ex-ministro, mas não tomou providências para demitir os suspeitos de corrupção.

 

O ex-ministro petista, disse também que das cerca de 1000 MPs editadas nos 4 governos do PT, 900 tiveram emendas com intuito de obter recursos por meio de corrupção.


Ele relata que partidos da base aliada, como o PP,  participaram de um acordo nacional para se apoiarem mediante acordos políticos e financeiros.

 

Ele citou como exemplo o acerto entre PT e PTB, pelo qual o PT  havia supostamente se comprometido a repassar 20 milhões de reais ao PTB; MAS que houve repasse de apenas 4 milhões de reais, e foi esse saldo devedor que, segundo Palocci, deu origem ao chamado  Mensalão.

 

Outro tema mencionado por Palocci foi o Pré-Sal. Ele afirmou à Polícia Federal que havia um interesse social e um interesse corrupto com a nacionalização e o desenvolvimento do projeto do pré-sal por parte dos partidos, principalmente o PT.

 

Segundo ele, a ideia era impedir que empresas internacionais gerenciassem o pré sal porque seria mais difícil negociar propinas com elas.

 

Dessa forma, o ex-ministro relatou uma reunião que teria ocorrido no início de 2010, na biblioteca do Palácio do Alvorada, com Lula, na época presidente do país, Dilma Rousseff e José Sérgio Gabrielli, então presidente da Petrobras, para tratar de propina na contratação da construção das sondas do pré-sal.

 

Por fim, Palocci relatou um episódio envolvendo a nomeação de Jorge Zelada para a diretoria internacional da Petrobras e disse que esse foi um acordo com antigo PMDB, atual MDB.

 

Ele afirma que o deputado Fernando Diniz, então líder da bancada do PMDB mineiro, com apoio do ex-ministro Henrique Eduardo Alves, do ex-deputado Eduardo Cunha e do presidente Michel Temer, conseguiu convencer Lula a nomear Jorge Zelada para a diretoria da empresa.

 

E segundo Palocci teria sido o PMDB o responsável por um contrato da área internacional da Petrobras com a Odebrecht com propina de cerca de 5% do valor total que inicialmente era de 800 milhões de dólares e depois caiu para 300 milhões.

 

Jorge Luiz Zelada que é condenado por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, está preso no Complexo Médico Penal, em Curitiba.

 

O juiz federal Sergio Moro retirou nessa segunda-feira o sigilo de parte da delação premiada do ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci nas investigações da Operação Lava Jato. O depoimento do ex-ministro ocorreu em abril.

 

* Ouça também

http://radioagencianacional.ebc.com.br/politica/audio/2018-10/defesas-se-manifestam-sobre-delacao-do-ex-ministro-palocci

Últimas notícias
Cultura

Escola de samba Portela se torna patrimônio imaterial e cultural

A maior campeã da história do Carnaval carioca, com 22 títulos, a Portela se tornou patrimônio imaterial e cultural do estado do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Saúde

Surto de gripe no RJ lota unidades de pronto atendimento

Para especialistas, a baixa cobertura vacinal contra a gripe, nos dois anos de pandemia de coronavírus, fez com que a doença ganhasse espaço. Agora, com a circulação do vírus da gripe, o que se vê são pessoas relatando sinais de febre e dor no corpo.

Baixar arquivo
Saúde

Governo vai passar a exigir quarentena para viajantes não vacinados

De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, após o período de quarentena definido, os viajantes deverão apresentar um teste do tipo PCR negativo.

Baixar arquivo
Economia

Empregadores devem quitar parcelas suspensas do FGTS até hoje

Devem ser pagas todas as parcelas em aberto e, para evitar o acréscimo de encargos e multa, a Caixa alerta que a quitação deve ser feita dentro do prazo. A falta do recolhimento impede o empregador de emitir o Certificado de Regularidade do FGTS.

Baixar arquivo
Economia

Cepal aponta recuperação do comércio na América Latina e Caribe no ano

Essa recuperação, no entanto, não será igual em todos os países da América Latina e do Caribe, por causa das incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Governo assina contratos de concessão do 5G

Além de deixar a velocidade da internet cerca de 100 vezes mais rápida em comparação ao 4G, a tecnologia é capaz de integrar pessoas e objetos - a chamada tecnologia das coisas.

Baixar arquivo