Relator da reforma da Previdência mantém idade mínima de servidores na Constituição

Reforma da Previdência

Publicado em 03/07/2019 - 00:28 Por Kariane Costa - Brasília

No voto complementar apresentado nessa terça-feira (2), pelo relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara, deputado Samuel Moreira, do PSDB, estados e municípios ficaram de fora do texto que pode ir à votação nesta quarta-feira (3). Ele também deixou de incluir as regras especiais para servidores federais da área de segurança.

 

Entre as novidades do voto complementar está a manutenção, na Constituição Federal, da idade mínima de 62 anos para a aposentadoria das mulheres e 65 anos para os homens. Com isso, uma nova mudança deverá ser feita por Proposta de Emenda à Constituição, o que, na prática, dificulta qualquer alteração no futuro.

 

Samuel Moreira aumentou ainda o número de categorias de servidores públicos nos estados e municípios que podem ter idade mínima e tempo de contribuição diferentes para se aposentarem, a exemplo de policiais, agentes penitenciários e socioeducativos.

 

Também entraram nessa regra servidores que estejam expostos a agentes nocivos químicos, físicos e biológicos. No parecer, o relator propôs ainda a redução, de 60 para 57 anos, da idade mínima para a aposentadoria das professoras da rede pública que ingressaram na carreira antes de 31 de dezembro de 2013.

 

Com as mudanças no texto, Moreira afirma que a reforma vai permitir economia de mais de R$ 1 trilhão.

 

O parecer prevê, ainda, pensão integral para policiais vítimas de ocorrências relacionadas ao trabalho e repasse de 28% da arrecadação do PIS/Pasep para o BNDES.

 

Mesmo com todo trabalho da Comissão Especial, o texto ainda pode ser modificado durante o processo de votação no plenário.

 

A votação da reforma da Previdência na Comissão Especial estava prevista para começar hoje, mas não há garantia de que isso ocorra.

 

A oposição promete obstruir os trabalhos e tentar adiar a decisão para o segundo semestre. Mas a expectativa do governo e da presidência da Câmara é que o texto seja aprovado na Casa antes do recesso parlamentar, que começa no próximo dia 18 de julho.

Últimas notícias
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio Nacional

Não é possível contar a história do rádio no Brasil, sem mencionar a Rádio Nacional. Entre os anos 1940 e 1950, a emissora foi responsável por inesquecíveis programas, formatos e profissionais de nosso rádio.

Baixar arquivo
Geral

Acidente com avião de pequeno porte deixa três mortos em SP

Um avião de pequeno porte caiu em Salto do Pirapora no interior de São Paulo. Depois da queda, a aeronave pegou fogo. Três pessoas morreram no acidente. O piloto, a esposa e uma funcionária do casal. O corpo de bombeiros foi acionado pouco antes do meio-dia e trabalhou no resgate. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Multas ambientais são convertidas em insumos para proteção de animais

São equipamentos como mesa de atendimento veterinário, ultrassonografia, terapia a laser e a construção de recintos de voo, utilizados para tratamento e reabilitação dos animais.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo realiza mutirão de vacinação de crianças

Neste domingo, a vacinação contra doenças como gripe, sarampo, poliomielite e febre amarela continua em postos instalados em parques da cidade e na avenida paulista.

Baixar arquivo
Saúde

Pfizer pede autorização para aplicação de reforço em adolescentes

O pedido foi recebido pela Anvisa nessa sexta-feira, que deve responder em até 30 dias.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde confirma mais três casos de varíola dos macacos

Agora, são 17 pessoas no Brasil que estão ou estiveram com a doença.

Baixar arquivo