Setor cultural terá R$ 3 bilhões de ajuda emergencial com sanção da Lei Aldir Blanc

Lei Aldir Blanc

Publicado em 30/06/2020 - 14:32 Por Anna Luisa Praser - Brasília

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei Aldir Blanc, que repassa R$ 3 bilhões ao setor cultural. O recurso, que tem caráter emergencial, será pago em parcela única. A sanção está publicada na edição desta terça-feira (30) do Diário Oficial.

 

O valor será distribuído entre estados, municípios e o Distrito Federal e será destinado a socorrer as micro e pequenas empresas, organizações culturais comunitárias e trabalhadores informais do setor, enquanto durar o estado de calamidade pública.

 

Os governadores e prefeitos poderão utilizar os valores para o pagamento de auxílio emergencial a essa categoria, em três parcelas de R$ 600 cada. Embora tenha os mesmos moldes e exigências do benefício emergencial já pago pelo governo federal, esse vai contemplar os trabalhares do setor cultural que, comprovadamente, ainda não receberam nenhum tipo de ajuda nesse sentido.

 

O recurso também poderá ser usado como subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais que tiveram as atividades interrompidas por causa das medidas de isolamento.

 

Em contrapartida, os espaços culturais e artísticos que forem beneficiados terão de realizar atividades gratuitas para compensar a ajuda recebida.

 

Por enquanto, a prioridade na concessão de recursos é para o financiamento de atividades que possam ser transmitidas pelas redes sociais, plataformas digitais ou meios de comunicação não presenciais.

 

Todo o recurso não utilizado deverá ser devolvido ao governo federal em 120 dias.


A lei também autoriza a criação de condições especiais para renegociação de dívidas com linhas de créditos bancárias específicas para o setor cultural e destinadas para a compra de equipamentos e desenvolvimento de atividades.

 

Os setores da cultura e da economia criativa foram os mais afetados pela pandemia, de acordo com resultados preliminares divulgados nessa segunda-feira (29) pela pesquisa de Percepção de Impactos da Covid -19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil.

 

Segundo o levantamento, mais de 40% das organizações ligadas a esses dois setores disseram ter perdido entre 50% e 100% dos rendimentos. Já para os trabalhadores, as perdas de receitas declaradas ficaram em torno de 35%. Os setores culturais e criativos movimentam mais de R$ 170 bilhões por ano, o equivalente a 2,61% de toda a riqueza nacional, e empregam mais de 837 mil profissionais.

 

A projeção era de que esses setores gerassem quase R$ 44 bilhões para o Produto Interno Bruto até 2021.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Bolsonaro vai ficar em isolamento e depois fará teste para covid

O presidente Jair Bolsonaro vai permanecer em isolamento no palácio da Alvorada em Brasília durante cinco dias. O motivo do distanciamento é o contato que o presidente teve com o ministro da Saúde Marcelo Queiroga,  diagnosticado com covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz desenvolve teste molecular para detectar hanseníase

O exame, baseado na metodologia do teste PCR em tempo real, também usado na detecção da Covid, identifica o DNA da bacteria causadora da Hanseníase e pode facilitar a detecção precoce da doença. 

Baixar arquivo
Economia

Receita abre nesta quinta-feira consultas ao 5º lote de restituição

São 562 milhões a serem pagos para mais de 358 mil contribuintes. O crédito será feito no dia 30 de setembro.

Baixar arquivo
Geral

Selo Bicicleta Brasil quer estimular o transporte cicloviário no país

O lançamento ocorreu junto a um ciclo de palestras em comemoração à Semana Nacional de Mobilidade, com debates sobre os meios de transportes ativos, ou seja, não motorizados, como é o caso da mobilidade a pé e por bicicleta. 

Baixar arquivo
Política

Relator mantém processo contra Luis Miranda no Conselho de Ética

Segundo o relator, deputado Gilberto Abramo, do Republicanos de Minas Gerais, há dúvidas quanto a real intensão do parlamentar ao fazer a denúncia de suposto superfaturamento na compra da Vacina Covaxin pelo governo federal. Caso seja falsa, configuraria quebra do decoro parlamentar.

Baixar arquivo
Política

Senado aprova reforma eleitoral com estímulo a negros e mulheres

O senado federal aprovou nesta quarta-feira (22), por 70 votos a 03, em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição da reforma eleitoral. Agora, os senadores estão votando a PEC em segundo turno. 

Baixar arquivo