Pazuello: só transferência de pacientes do AM pode desafogar sistema

PF abriu investigação contra o ministro por colapso da Saúde no estado

Publicado em 29/01/2021 - 18:58 Por Kariane Costa - Brasília

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta sexta-feira, em Manaus, que a prioridade para desafogar o sistema de saúde no estado é a remoção de pacientes para outros estados. Pazuello afirmou que sem a remoção de 1,5 mil pacientes, não há como estabilizar a situação.

A ideia do ministério é desafogar o atendimento especializado na região para que não haja sobrecarga do sistema de saúde.

Segundo o ministro, até o momento, 320 pessoas foram removidas para outras cidades.  Pazuello também afirmou que o estado do Amazonas é a prioridade de vacinação no país. E elogiou a iniciativa de outros estados em doarem 5% da cota para Manaus. 

A declaração de Pazuello foi dada durante cerimônia de recepção dos médicos que vão reforçar o enfrentamento da Covid-19 e o atendimento nos postos de saúde de Manaus. 108 profissionais foram contratados por meio do programa do governo federal Mais Médicos.

Ainda falando sobre Eduardo Pazuello, a Policia Federal abriu nesta sexta-feira um inquérito para investigar a conduta do ministro durante o colapso na saúde pública no Amazonas.

A investigação foi a pedido da Procuradoria-Geral da República, que apontou uma possível omissão na crise provocada pela falta de oxigênio e indícios de atraso para o envio do produto aos hospitais de Manaus e cidades do interior. O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, é o relator da ação e autorizou a investigação.

O Ministério da Saúde informou que não vai se manifestar sobre a abertura do inquérito.

Últimas notícias
Educação

Piso salarial dos professores aumenta 33% e passa para R$ 3.845

O piso salarial dos professores da rede pública vai passar de R$ 2.886 para R$ 3.845, um aumento de 33,24%. Esse é o valor mínimo que o profissional deve receber no país.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mais de 1.600 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em 2021

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (27), o Ministério Público do Trabalho informou que recebeu 1.415 denúncias de trabalho escravo, aliciamento e tráfico de trabalhadores no ano passado, número 70% maior que em 2020.  

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Rio de Janeiro registra 40ºC nesta quinta-feira (27)

Para os próximos dias a previsão é que as temperaturas fiquem um pouco mais amenas devido a chegada de uma frente fria, nesta sexta-feira (28).

Baixar arquivo
Esportes

Campeão paulista, São Paulo inicia defesa de título contra Guarani

Tricolor deve promover as estreias de boa parte dos reforços de 2022

 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: 13% do esperado para faixa de 5 a 11 anos foi vacinada no Rio

Até esta quinta-feira (27), pouco mais de 72 mil crianças entre 5 e 11 anos foram vacinadas contra a covid, bem abaixo da expectativa da prefeitura em alcançar pelo menos 90% de imunização. Os dados são do Painel Rio Covid-19.

Baixar arquivo