Rito de impeachment de Witzel pode terminar em abril, diz relator

Witzel é acusado de irregularidades em contratos de saúde

Publicado em 12/02/2021 - 14:16 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

A decisão do Superior Tribunal de Justiça, que tornou réu o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pode destravar o processo de impeachment que corre contra ele na Assembleia Legislativa. O rito está suspenso desde uma decisão do Supremo Tribunal Federal, determinando que Witzel só poderá ser ouvido após ter conhecimento de todas as acusações que pesam contra ele. E isso envolve ter acesso à delação premiada do ex-secretário estadual de saúde, Edmar Santos, que é peça chave da denúncia criminal e está sob sigilo. Mas. agora que a denúncia já foi aceita pelo STJ, o sigilo se encerra, permitindo a continuidade dos trabalhos na Alerj.

No entanto, o relator do caso na Corte, ministro Benedito Gonçalves, ainda precisa analisar se a divulgação dessas informações não prejudica alguma outra investigação em curso, e ouvir o Ministério Público Federal, antes de liberar o acesso ao material. A decisão deve ser dada nos próximos dias.

O relator do processo de impeachment na ALerj, deputado Waldeck Carneiro, espera retomar o rito logo em seguida, chegando a um resultado final já nos próximos meses. 
Tanto perante à Justiça, quanto no seu processo de impeachment, Witzel é acusado de diversas irregularidades nos contratos emergenciais firmados para a construção de hospitais de campanha e a compra de equipamentos e insumos para combater a pandemia de covid-19.

Essas primeiras acusações levaram a outras de favorecimento de empresas da área da saúde também em outros contratos. Nesta quinta-feira, ele se tornou réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e teve seu afastamento do cargo prorrogado por mais um ano.

O ministro relator do caso no STJ, Benedito Golçalves, declarou que há indícios razoáveis de autoria e materialidade dos crimes.

Witzel se defendeu em postagens nas redes sociais. Afirmou que o processo penal é meramente político, além de duvidoso e recheado de acusações falhas. Disse ainda que tem certeza de que será absolvido, apesar do desgaste irreparável causado à sua imagem.

 

Últimas notícias
Saúde

TCU recomenda que governo exija cartão de vacinação para estrangeiros

A decisão do TCU sobre o passaporte da vacina é semelhante à da Anvisa, que também pediu cobrança de prova de vacinação para estrangeiros em visita ao Brasil.

Baixar arquivo
Saúde

Rio amplia exigência de certificado de vacinação contra a covid-19

Lanchonetes, bares, restaurantes, salões de beleza, shoppings centers e centros comerciais terão que exigir dos consumidores a apresentação do comprovante da vacina.

Baixar arquivo
Geral

Surto de lesões na pele continua sem causa determinada em Recife

O balanço mais recente divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, neste 1º de dezembro, registrou mais de 330 notificações vindas de pelo menos 14 municípios.

Baixar arquivo
Geral

TV Brasil completa 14 anos e conquista 6º lugar na audiência

A emissora está com programação cada vez mais inclusiva, com cerca de 25 horas semanais de audiodescrição, 17 horas por semana de libras e 100% da programação com legenda oculta.

Baixar arquivo
Esportes

Confira resultados dos jogos de quarta e próximas partidas do futebol

Pelo Amistoso Internacional, o Brasil venceu o Chile por 2 a 0 no futebol feminino e ficou com o título da competição

Baixar arquivo