Senado aprova projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional

Parlamentares afirmaram que encerrou-se um resquício da ditadura

Publicado em 10/08/2021 - 21:47 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O plenário do Senado aprovou o texto base do projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional e, ao mesmo tempo, cria um capítulo no Código Penal para crimes contra o Estado Democrático de Direito. Foi uma votação simbólica, com o voto contrário de 8 parlamentares.

A Câmara dos Deputados já havia aprovado esse projeto em maio deste ano. O texto tipifica crimes contra a democracia - como a interrupção do processo eleitoral, a propagação de notícias falsas nas eleições e atentados ao direito de manifestação. A proposta prevê, ainda, pena de 1 a 12 anos de prisão para quem impedir, com violência ou grave ameaça, o exercício pacífico de manifestação.

O relator, senador Rogério Marinho, do PT de Sergipe, rejeitou as emendas que pretendiam mudar o texto. Segundo o parlamentar, a lei atual é incompatível com a Constituição de 1988. Para ele, a lei foi recuperada nos últimos tempos como um instrumento de silenciamento do atual governo para silenciar críticas a sua gestão. 

Criada em 1983, no final da ditadura militar, a Lei de Segurança Nacional estabelece, por exemplo, que caluniar ou difamar os presidentes de poderes pode acarretar pena de prisão de até quatro anos.

O líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, do Amazonas, concordou com a revogação da lei. Segundo o senador, a ação sepulta de uma vez por todas um dos últimos resquícios da ditadura militar. 

Alguns senadores contrários ao texto consideram que o tema deveria ser apreciado pelas comissões do Senado, como destacou o senador Eduardo Girão, do Podemos do Ceará. Para o senador a lei precisa ser atualizada, mas a forma correta seria fazendo ela passar anteriormente por duas comissões na Casa. 

Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ressaltou a importância da votação dessa proposta nesta terça-feira. Pacheco reafirmou seu compromisso com a democracia no Brasil e disse que ninguém vai intimidar as prerrogativas do parlamento. 

Com a aprovação do texto pelas duas casas do Legislativo, a proposta que revoga a Lei de Segurança Nacional e define crimes contra a democracia será, agora, enviada para sanção presidencial.

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Geral

Ministro de Minas e Energia descarta risco de apagão no país

Bento Albuquerque disse que o país atravessa a pior crise hídrica dos últimos 90 anos, com falta de chuvas nos principais reservatórios, mas setor elétrico soube trabalhar para superar o problema.

Baixar arquivo
Saúde

Cidades de São Paulo cancelam carnaval de 2022

São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André decidiram cancelar o carnaval do ano que vem com receio do aumento de casos da variante Ômicron. 

Baixar arquivo
Economia

Fecomércio lamenta cancelamento do Réveillon no Rio de Janeiro

O presidente da Fecomércio reconheceu a importância do evento para setores fundamentais da economia, mas admitiu os riscos que a nova variante do coronavírus representariam em uma celebração desse porte.

Baixar arquivo
Saúde

Festa de Réveillon em Copacabana, no Rio de Janeiro, é cancelada

O fator predominante para cancelar o evento é o risco que representaria, diante do avanço em vários países da nova variante do coronavírus. A Ômicron já tem casos confirmados também no Brasil, por enquanto em pessoas que chegaram do exterior.

Baixar arquivo
Cultura

Bienal do Livro festeja reencontro de autores e público

Este ano, a festa literária faz homenagem a Zuenir Ventura. Na programação do fim de semana, debates sobre juventude, poesia, sustentabilidade, cultura geek e pop, saúde mental, e tendências do mercado literário.

Baixar arquivo
Cultura

Orquestra Maré do Amanhã se apresenta no Jardim Botânico

Criado em agosto de 2010, o projeto Orquestra Maré do Amanhã leva música clássica a crianças e adolescentes, moradores do Complexo de Favelas, considerado um dos maiores da zona norte carioca. 

Baixar arquivo