Bolsonaro sanciona lei que retoma propaganda política de rádio e TV

Publicado em 04/01/2022 - 10:45 Por Ana Lúcia Caldas - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com veto, o projeto que altera a lei dos Partidos Políticos e retoma a propaganda partidária no rádio e na Televisão. O texto foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira.

A propaganda partidária estava extinta desde 2017. Ela é uma transmissão anual a que têm direito todos os partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral, sendo diferente do horário eleitoral.

O partido terá assegurado o direito ao acesso a rádio e TV, na proporção de sua bancada eleita em cada eleição geral. Se o partido eleger até nove deputados federais na última eleição, irá ter cinco minutos por semestre.

Caso eleja de dez a vinte deputados serão disponibilizados dez minutos. Com mais de vinte deputados serão vinte minutos. O tempo será igual nas redes nacionais e nas emissoras estaduais.

As legendas ainda devem promover e incentivar a participação feminina na política em 30% das inserções. Será proibida a participação de pessoa não filiada ao partido.

As inserções ocorrerão à noite, entre às 19h30 e 22h30, a pedido dos partidos e com autorização dos tribunais eleitorais. Em anos de eleição, a transmissão será realizada apenas no primeiro semestre.

A cláusula de desempenho estipula que somente terão direito ao dinheiro do Fundo Partidário e ao acesso gratuito ao rádio e à televisão os partidos com um mínimo de votos distribuídos por 1/3 dos estados ou um número mínimo de deputados federais, também distribuídos na mesma proporção.

Está proibida a prática de atos que incitem à violência; que resultem em qualquer tipo de preconceito racial, de gênero ou de local de origem; e a utilização de matérias que possam ser comprovadas como falsas, as chamadas fake news.

O presidente vetou a compensação fiscal às emissoras com o argumento de que ofende a constitucionalidade e o interesse público por instituir benefício fiscal com consequente renúncia de receita.

Edição: Rádio Nacional/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Saúde

Chegam mais doses da vacina para crianças; estados começam imunização

Chegou ao Brasil neste domingo (16) mais uma remessa da vacina Pfizer para a imunização de crianças a partir de cinco anos. O novo lote, com 1,2 milhão de doses desembarcaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo, pela manhã.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro segue testando para covid-19

O  estado do Rio de Janeiro está ampliando sua rede de testagem para Covid. A expectativa do governo é oferecer 5 mil e 800 testes por dia, já a partir desta segunda-feira (17).

Baixar arquivo
Educação

Reaplicação do Enem 2021 termina neste domingo

Hoje (16) é o segundo dia de reaplicação de provas para os candidatos do  Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, 2021 em todo o país. Os estudantes vão responder a 90 questões de ciências da natureza e matemática. 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Rio de Janeiro começa vacinação de crianças nesta segunda

A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças, entre 5 a 11 anos, contra a covid.

Baixar arquivo
Saúde

Estado do RJ registra novo recorde de casos de covid em 2022

Foram confirmados nesta sexta-feira (14) mais de 16 mil casos. Até então, o maior número de diagnósticos positivos neste início de ano tinha sido registrado no dia anterior, com mais de 12.800 ocorrências.

Baixar arquivo
Saúde

Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentam 135% no Brasil

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil deram um salto de 135% quando comparadas as três últimas semanas de novembro do ano passado com os últimos 21 dias.

Baixar arquivo