CPMI do 8 de janeiro aprova cinco novos depoimentos

Dentre eles, o do hacker Walter Delgatti, preso nessa quarta-feira

Publicado em 03/08/2023 - 16:38 Por Priscilla Mazenotti - repórter da Rádio Nacional - Brasília

Foram várias as tentativas de acordo quanto aos requerimentos que seriam votados e, depois de três horas de atraso, a CPI Mista do 8 de janeiro acabou aprovando os pedidos de depoimento de cinco pessoas consideradas fundamentais – seja pelo governo ou pela oposição – para as investigações. Entre eles, o do hacker Walter Delgatti, preso nessa quarta-feira pela Polícia Federal, na operação que teve como um dos alvos a deputada Carla Zambelli. A ideia é entender como ela teria atuado para tirar a legitimidade das urnas nas eleições dentro de um dos focos da CPI que é, justamente, analisar esse período anterior aos ataques. 

Os parlamentares aprovaram, ainda, a convocação do sargento Luís Marcos dos Reis que também trabalhava na ajudância de ordens de Jair Bolsonaro junto com Mauro Cid, da subsecretária de Operações Integradas do Distrito Federal, Cíntia Queiroz de Castro, da policial Marcela da Silva Morais Pinno e do fotógrafo Adriano Machado, que fez imagens do dia da invasão. Aliás, a convocação dele foi a que gerou bate boca entre os parlamentares. 

A base aliada alegava que ele não poderia ser chamado à CPI porque estava a trabalho no dia da invasão e a Constituição prevê o sigilo da atividade jornalística. Já para a oposição, Adriano seria uma espécie de “cúmplice” dos golpistas. 

Antes do início da votação, a deputada Duda Salabert e o deputado Nikolas Ferreira chegaram a trocar farpas. O motivo foi, justamente, a pauta de votações. Ao que o presidente da CPI Mista, Arthur Maia, ponderou: 

Essas convocações ainda não têm data para ocorrer, mas uma outra, também considerada fundamental para as investigações foi marcada. A do ex-secretário de Segurança Pública e ex-ministro da Justiça Anderson Torres. Ele, que ficou quatro meses preso acusado de omissão no dia dos ataques e está cumprindo medidas cautelares com uso de tornozeleira eletrônica em casa, será ouvido na terça que vem, às nove da manhã.

Edição: Ana Lúcia Caldas / Beatriz Albuquerque

Últimas notícias
Saúde

Campanha de vacinação: 22% do público-alvo tomou vacina contra gripe

A meta é vacinar 75,8 milhões de pessoas. Mas até agora foram vacinadas 14,4 milhões. 

 

Baixar arquivo
Geral

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato público no Rio de Janeiro

Os discursos de aliados do ex-presidente misturaram política e religião, em favor de Bolsonaro, do dono da rede social X, Elon Musk, e da liberdade de expressão.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra paciente com cólera em Salvador

O caso autóctone da doença – que teve origem no local onde ocorreu o diagnóstico - foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Política

PEC do Quinquênio deve ser analisada no plenário do Senado nesta terça

A proposta de Emenda à Constituição estabelece um adicional por tempo de serviço para magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados públicos, delegados da Polícia Federal e outras carreiras.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mulheres vão às ruas pelo direito ao parto humanizado

Na marcha, mulheres reivindicam o direito de escolha na hora do parto e o direito ao atendimento por enfermeiras obstétricas.

Baixar arquivo
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo