STF retoma julgamentos após período de recesso do Judiciário

Na solenidade, presidente Lula destacou independência dos Poderes

Publicado em 01/02/2024 - 19:38 Por Oussama El Ghaouri - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Depois de um período de recesso, o Supremo Tribunal Federal (STF) retomou os julgamentos nesta quinta-feira (1º).

No discurso de abertura, o presidente do STF, Luís Roberto Barroso, destacou uma série de medidas para tornar o judiciário mais eficiente e representativo da sociedade brasileira.

Entre elas, o descongestionamento dos processos de execução fiscal e de ações contra o INSS, o sistema de paridade entre homens e mulheres nas promoções e bolsas para futuros magistrados.

Barroso falou também sobre a independência e a harmonia entre os poderes da República.

O presidente Lula destacou que as prioridades da Corte estão alinhadas com as do governo. E reforçou a importância da independência do Judiciário.

O senador Rodrigo Pacheco, presidente do Congresso Nacional, lembrou dos atos antidemocráticos de 8 de janeiro do ano passado quando as sedes dos Três Poderes foram atacadas.

E destacou a responsabilidade pela manutenção da ordem democrática.

Depois dos questionamentos no ano passado sobre os julgamentos virtuais da Corte, o presidente da OAB, Beto Simonetti, defendeu a importância das prerrogativas dos advogados.

Em um ato simbólico, os representantes dos Três Poderes saíram do STF depois da solenidade e retiraram juntos as grades que cercavam o Tribunal desde os ataques antidemocráticos de 8 de janeiro.

Edição: Jacson Segundo / Pedro Lacerda

Últimas notícias
Geral

FAB está de prontidão para resgatar brasileiros em áreas de conflito

Após os ataques do Irã a Israel, o governo brasileiro informou que está pronto, caso necessário, para resgatar brasileiros na área de conflito. Em nota, a Força Aérea Brasileira afirma se manter em prontidão para atuar a qualquer hora e em qualquer local, assim que for acionada pelas autoridades.

Baixar arquivo
Internacional

Conselho de Segurança da ONU faz reunião de emergência neste domingo

A reunião acontece após pedido de Israel, que foi atacado pelo Irã na noite desse sábado (13). O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, já se manifestou condenando o ataque iraniano e pedindo “o fim imediato das hostilidades”.

Baixar arquivo
Geral

Lei que criminaliza bullying prevê pena de até quatro anos de prisão

O objetivo da lei, sancionada este ano, é inibir essa prática nas escolas e, principalmente, no mundo virtual, onde o Brasil está no topo da lista nesse assunto. Menores de idade podem ser responsabilizados pela Vara da Infância e da Juventude.

Baixar arquivo
Geral

Brasil pede esforço para conter escalada de tensão no Oriente Médio

O governo brasileiro manifestou grave preocupação com os relatos de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel. O comunicado pede que todas as partes envolvidas exerçam máxima contenção e chama a comunidade internacional para mobilizar esforços e evitar uma escalada.

Baixar arquivo
Internacional

Ruas de Israel amanhecem vazias após ataques do Irã

Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho em Israel. Depois de uma madrugada em claro, acompanhando ao vivo os ataques, os israelenses acordaram com uma sensação ambígua: o alívio pelo bom funcionamento do sistema de defesa, mas também o temor do que está por vir.

Baixar arquivo
Política

Renegociação de dívidas e PEC das Drogas agitam o Senado

PEC das Drogas, renegociação de dívida dos estados, revisão do Código Civil, Imposto de Renda. A semana vai ser cheia no Senado.

Baixar arquivo