Método Canguru: completa 40 anos tratamento que ajuda bebês prematuros a se desenvolverem

Método Canguru

Publicado em 24/11/2019 - 09:55 Por Cláudia Bojunga - Rio de Janeiro

Uma solução simples que revolucionou o tratamento neonatal.

 

No Método Canguru, o bebê fica na posição vertical aconchegado no colo da mãe ou do pai, amparado com um tecido como um filhote de canguru. Daí no nome do método.

 

Um contato que, além de fortalecer o vínculo afetivo, ajuda a regular a temperatura da criança, ainda favorece o aleitamento materno e o ganho de peso.

 

O pediatra colombiano, Hector Martinez, criador do método, que está completando 40 anos, afirma que, antes, os bebês ficavam isolados.

 

Hoje, é evidente a importância da mãe no desenvolvimento do recém-nascido.

 

No Brasil, o Método Canguru é utilizado em 200 unidades do Sistema Único Saúde (SUS). A mãe fica em um leito próximo do bebê e pode ficar com a criança no colo o tempo que quiser.

 

Depois da alta hospitalar, a indicação é continuar o contato pele a pele com o bebê, em casa, até que a criança tenha alcançado 2,5 kg.

Últimas notícias
Saúde

Fiocruz submete à Anvisa pedido de registro com IFA nacional

A Fundação Oswaldo Cruz submeteu, nesta sexta-feira, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, pedido de inclusão de Biomanguinhos como unidade produtora do IFA, Ingrediente Farmacêutico Ativo, utilizado para fabricação do imunizante.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro entra na bandeira verde do risco Covid

Os dados estão no novo Mapa de Risco e mostram que, pela primeira vez, o risco de transmissão da Covid estão muito baixos no estado.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro vacina mais de 67 mil pessoas em um único dia

Prefeitura faz campanha para vacinação contra a Influenza A. Qualquer pessoa, a partir dos seis meses de idade, pode ser vacinada.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Amapá lança campanha de registro civil de pessoas trans

Para mudar o nome que está registrado na certidão de nascimento, é só ir a um cartório e fazer a solicitação, sem a necessidade comprovação de cirurgia de mudança de sexo ou decisão judicial.

Baixar arquivo
Geral

Pesquisa diz que 48% dos entrevistados viajaram de avião na pandemia

O levantamento, feito pelo Conselho Internacional de Aeroportos, indicou que quase metade das pessoas ouvidas viajaram desde o início da pandemia e têm maior probabilidade de viajar de avião novamente.

Baixar arquivo
Educação

Enem: candidatos devem responder primeiro questões fáceis e médias

De acordo com o professor Gabriel Carvalho, para maximizar a pontuação na prova - que usa um sistema chamado "teoria de resposta ao item" para a correção -, é preciso ter regularidade. Por isso, é mais importante acertar essas questões do que as difíceis.

Baixar arquivo