Guiana registra primeira morte por coronavírus

Covid-19

Publicado em 12/03/2020 - 16:28 Por Marieta Cazarré - Montevideo

O governo da Guiana confirmou a primeira morte de uma pessoa infectada por coronavírus. A mulher tinha 52 anos e havia regressado de uma viagem aos Estados Unidos no dia 5 de março.

 

Ela morreu na noite dessa quarta-feira (11), em um hospital público da capital, Georgetown. A paciente sofria de diabetes e hipertensão, e também estava com sintomas de gripe.

 

O presidente do país, David Granger, anunciou o falecimento em rede nacional. Disse ainda que a mulher procurou assistência médica na terça-feira (10) passada, um dia antes da sua morte.



De acordo com a imprensa local, as autoridades sanitárias isolaram a casa da vítima e estão em contacto com pessoas que tiveram contato com a mulher desde que ela voltou dos Estados Unidos.



Já o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou, estado de emergência permanente no sistema de saúde do país, mesmo sem registros da doença. A medida, segundo Maduro, foi para que o país possa se preparar para receber possíveis casos de covid-19.

 

No comunicado, o presidente venezuelano pediu ainda que o presidente Donald Trump suspenda as sanções contra seu país para facilitar a compra de insumos e testes de diagnóstico. Porém, reiterou que a Venezuela tem testes suficientes para uma primeira etapa e afirmou que 46 hospitais estão preparados para receber pacientes.


O governo da Venezuela também anunciou a suspensão, por um mês, de todos os voos vindos da Europa e da Colômbia. Eventos com grandes concentrações de pessoas estão proibidos e museus foram fechados.

Últimas notícias
Eleições 2020

Barco com corpos à deriva é encontrado no litoral do Pará

O inquérito está sob a responsabilidade da Polícia Federal no Pará que enviou equipes para a região.  

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério da Saúde inicia Mês de Vacinação dos Povos Indígenas

O Ministério da Saúde inicia neste sábado, 13, o mês de vacinação dos povos indígenas. A proposta é intensificar a imunização em territórios indígenas, ampliando a cobertura vacinal, sobretudo em áreas de difícil acesso.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério dos Esportes condena atos de racismo a alunos do DF

O Ministério dos Esportes condenou, neste sábado, os ataques racistas sofridos por estudantes no Distrito Federal. Alunos foram chamados de “macaco”, “filho de empregada” e “pobrinho” durante uma partida de futebol de salão entre colégios de Brasília. O caso aconteceu em três de abril e veio à tona, nesta semana.

Baixar arquivo
Internacional

Lula visitará Colômbia para fortalecer laços comerciais

A Colômbia é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo garante amparo a gestantes em cargos públicos provisórios

Mulheres que trabalham na administração pública em cargo em comissão ou são contratadas por tempo determinado têm garantido o direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória.

Baixar arquivo
Geral

Inmet alerta para risco de chuvas intensas pelo Brasil

A previsão é de acumulados de chuva variando entre 30 e 60 milímetros por hora ou entre 50 e 100 milímetros por dia,

Baixar arquivo